terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Vale a Pena? Pulseira Magnética



 Tentando limpar minha barra com os amigos do blogue por ter ficado tento tempo sem postar, estou começando uma seção um pouco diferente da proposta inicial, chamada Vale a Pena? Onde analisarei alguns produtos de uso corrente (ou não), no mundo das gambiarras e da bricolagem. Infelizmente ela não será tão frequente porque ainda não posso comprar tudo que quero ter em casa. Mas um dia chego lá.

Por hora vamos começar com uma coisa que eu vi por muito tempo à venda na internet e só animei a comprar quando finalmente achei na lojinha de ferragens, a pulseira magnética. Mas não daquele tipo que prometia aliviar o stress, e sim da que segura pequenos objetos metálicos em seu pulso, para não ocupar as mãos. Essa aqui:




A marca é Lee Tolls, claro que é feita na China, e custou R$11,50. Mas... vale a pena? Vamos começar vendo o produto.



 Ela é uma coisa bem simples, uma pulseira elástica que fecha por ação de uma fita generosa de velcro. O corpo é de borracha, não chega a ser dura, mas não faria mal ser mais macia, se no futuro houver uma versão de silicone, será bem vinda. Pesa apenas 70gr, ou seja, o mesmo que nada.  Aqui a parte que fica em contato com a pele:




 Torcendo o corpo de borracha, a cobertura de aço sai e revela uma base aparentemente galvanizada onde, estão quatro neodímios que fazem a mágica acontecer.  Eu acho desnecessário, como veremos adiante, mas quem quiser dar uma incrementada na pulseira, pode adicionar mais imãs, espaço pra isso tem. Mas não vá exageram e colocar mil gauss, ou você vai acabar se matando.



Colocada no pulso ela não atrapalha, e cabe bem até em delicados pulsos femininos, caso das artesãs.




 Agora a pergunta que não quer calar: funciona? Sim, funciona; diversas vezes me quebrou um grande galho, evitando, principalmente, descer escadas para pegar pregos, parafusos e coisas pequenas que ficam desajeitadas de levar juntamente com as ferramentas. Dá pra viver sem? Sim, mas pelo preço, é uma comodidade ao alcance de todos. Eu gostei, e não deixaria de recomendar aos amigos.


E quanto dá pra prender nela, você deve estar se perguntando. Olha, até agora não vi nada que eu coloquei nela cair acidentalmente. Pra ilustrar que o produto cumpre bem seu papel, fiz uma foto exagerada, mas que revela a valentia da pulseirinha:


 

Bem, é isso, espero que tenham gostado e que esta matéria tenha sido útil, em breve teremos mais uma, o produto já está comprado, mas manterei o segredo para que vocês fiquem curiosos e voltei ao blogue mais vezes.


Um abraço à todos.


That's it, hope you enjoy and feel free to leave comments and opinions. And do not forget to say your name, so I can better understand visitors.

17 comentários:

  1. Muito bom o artigo, a leetools tem trazido muitas coisa que ate um tempo atras so se via nos videos gringos. Eu tenho um paquimetro digital e o esquadro com nivel deles e to bem satisfeito apesar de ser xing ling nao faz feio. Essa pulseira parece muito util se eu ver por aqui no comercio local certamente comprarei depois de ver que funciona tao bem a um custo relativamente baixo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Jack, tem gente que torce o nariz para os produtos xing ling, mas eu acho que para pequenos profissionais, quem está iniciando agora, tem pouco dinheiro, ou para os amantes do faça você mesmo, eles são uma mão na roda, você tem uma ferramenta que te atende sem precisar de um grande investimento. E como eu sempre digo, sabendo usar, vai durar.

      Excluir
  2. Valeu o retorno, sempre estou entrando aqui esperando novidades. Um abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. No ano passado a coisa foi um pouco atribulada, mas aos poucos vou voltando a coletar material, fazer e postar as gambiarras. Apareça aqui mais vezes, teremos novidades.
      Um abraço.

      Excluir
  3. Bom dia meu nome e Alceu eu gostaria de saber se para eliminar a bateria de parafusadeira Kc 9049 da b&d porem e com tres pontos de ligacao sabe qual e o esquema para dar certo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alceu, infelizmente ainda não consegui ter uma dessas B&D em mãos para descobrir como é feita a ligação da bateria como motor por esses três contatos. Outros visitantes do Blog já me fizeram essa pergunta e ainda não consegui responder. Até deixei em alguns fóruns um pedido aos proprietários do modelo que me dessem um a luz, mas não tive retorno.
      Mas prometo que assim que conseguir uma para analisar, vou fazer uma postagem só para falar da B&D e tirar essa dúvida.
      Um abraço.

      Excluir
    2. Muito obrigado Ronaldo fico no aguardo e seu blog e fabuloso mesmo resolvi depois de velho fazer faculdade tambem e faço meus bicos finais de semana e correria mesmo mas no final vai dar tudo certo abraços Alceu

      Excluir
    3. Estou conhecendo o blog agora e vendo as postagens antigas, caso ja tenha resolvido ignore, se a mesma for a bateria de NiCd, igual as skil, brtools, aguiatech e ford, o terceiro pino é apenas um indicador de carga completa fornecida por um sistema térmico ligado ao conjunto de pilhas que forma a bateria, sendo assim, basta uma boa fonte da mesma voltagem de sua furadeira/parafusara no meu caso troquei por baterias de lipo de aeromodelo, são outros 500 tem alguns cuidados mas são show, no seu caso supondo 12v, sugiro uma fonte industrial de 12v de cf tv de uns 15 a 20A ou uma boa fonte de pc atx antiga, existem esquemas para liga-las facilmente através de dois fios, um verde e um preto facilente encontrados no gogle/youtube, o resto é so ligar positivo e negativo na importa a ordem se a mesma for DC e tiver reversão de rotação. Qq coisa mando fotos do meu arranjo técnico (obs falo em 15 20 A, pois no acionamento as mesmas dão piocos de 3x a corrente de trabalho nominal, e quanto mais forçar mais corrente ela exigirá, sendo assim fontes menos potentes podem entrar em proteção ou aé mesmo queimar algo, no acionamento do equipamento, se for 12v pode ligar em baterias de central de alarme ou de carro diretamente. Vlw.

      Excluir
  4. Ronaldo.
    brilha muito na GM.
    abraço cara.
    Davi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz tempo que eu não ouço essa. Obrigado Davi.

      Excluir
  5. ola amigo ronaldo blz cara ?
    desculpa estar postando aqui
    sobre outro assunto que não seja a pulseira .
    é que estive pesquisando na net sobre solda ponto caseira
    e encontrei seu blog e a materia da solda ponto
    gostaria de parabenizar seu blog pela dedicação
    em levar adiante os conhecimentos ,
    voltando ao assunto da solda gostaria de saber
    se você poderia me ajudar pois preciso de uma solda ponto
    para trabalhar por conta pois ja trabalhei com ponteadeira
    profissional numa fabrica e conheço bem sobre o manuseio
    da maquina porem uma maquina profissional custa cerca de 3.000
    minha maior dificuldade seria a montagem da parte eletrica
    pois não entendo nada de eletronica
    e após ler sobre o risco de ligar o transformador na energia eletrica
    deu mais medo ainda de arriscar a fazer
    então resolví recorrer a sua ajuda que pelo
    que puder observar me parece um bom conhecedor do assunto
    emfim oque gostaria de saber é se vc poderia me ajudar
    nessa. não sería necessario a montagem completa da maquina
    e sim o bruto, o resto como caixa de fechamento ponteiras de cobre etc
    eu mesmo correría atrás pago todo material usado e tambem o valor de sua mão
    de obra , caso queira conversar por email meu endereço é kelvin200902@hotmail.com
    me ajuda aí sua força será fundamental para elaboração desse meu projeto
    desde ja agradecido valeu amigo


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kelvin, é uma pena, mas não tem como eu te ajudar. Se você olhou o resto do Blog, viu que tem perguntas há meses esperando resposta. Nesses dois últimos anos a vida virou de cabeça para baixo, resolvi voltar a estudar e não tenho mais tido tempo para quase nada. As gambiarras que eu posto são as antigas, já fotografadas e descritas, porque novas, nem pensar.
      Agora, nesse início de semestre a coisa deu uma maneirada, mas ainda não tô com tempo sobrando, tenho que estudar em casa até tarde e o pouquinho que sobra tô dedicando à minha família. Vez por outra venho aqui responder às perguntas para não parecer falta de consideração com as pessoas que prestigiam o Blog, só que ainda tenho outros dois anos de correria pela frente.
      Mas vou adiantar a sua vida explicando o basicão da ponteadeira. Sabe aquele esquema dos relês? É com ele que as pessoas mais têm tido dúvida, e depois da ferramenta pronta, eu descobri que eles nem eram necessários. Coloquei-os lá seguindo o conselho de um cara do Orkut, que não sabia de nada e disse que ela consumiria uma corrente altíssima da rede elétrica, e que um interruptor simples não suportaria. A verdade é que um interruptor de boa qualidade suporta tranquilamente energizar e desenergizar o primário. De resto é só desmontar e remontar o trafo com um novo primário, e isso tá bem descrito e ilustrado na postagem, dá pra seguir numa boa.
      Mas vale lembrar que ele é para pequenos trabalhos e materiais leves, para chapas ou arames mais grossos, seria necessário o uso de um trafo maior que o de micro-ondas.
      Bem, é isso, queria poder ajudar, afinal esse do Blog, mas agora não tem mesmo como. Espero que você vá adiante, você prossiga e consiga terminar seu projeto. Dúvidas eu estarei sempre pronto para tirar, desde que esteja dentro do meu conhecimento, claro.
      Um abraço.

      Excluir
  6. Parabéns pelas matérias do Blog, qualquer um fica impressionado com sua iniciativa em sua busca de soluções para suas necessidades diárias. Seria muito bacana vc colocar sua história, aonde vive, o que faz e etc. Não montei nadinha do que vc descreve mas adoro ler as soluções. Abraços. Vicfitti - SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Vicfitti. A criatividade foi desenvolvida graças às dificuldades que passei durante boa parte da vida. Por não ter o que precisava, tive que improvisar pra me virar.
      Quanto à minha história, um dia em contarei sim, vou maturar a ideia e um dia falarei umas coisas a meu respeito.
      Um abraço.

      Excluir
  7. Olá,meu jovem vc tem essa pulseira aí? Manda ela aí pra q eu possa fazer o teste lá na obra,eu comprei uma pulseira dessas já algum tempo e ela ñ paga pelos meus 14 reais q gastei,eu trabalho com Steel Frame e Dry Wall minha vida se resume a parafusos de vários tamanhos e modelos,essa pulseira é muito util sim mais se ela realmente funcionar,como as q eu tenho da marca Stanley e outras compradas em Portugal. Eu até comprei essa da Lee pra fazer teste pra ver se realmente funcionava,se assim fosse eu teria uma no braço de cada trabalhador da minha empresa.Eu até tenho ela aqui na esperança de encontrar um local para comprar ou até mesmo retirar aqueles imãs potentes de HD'S dos computadores e reutiliza-lá...Agora na minha profissão ela ñ passa de um...'Tenta andar em uma bicicleta sem rodas'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lia agora sua réplica por coincidência, passei pelo o que passou e resolvi como pensou em resolver... logo abaixo de seu comentário vlw.

      Excluir
  8. Boa noite/dia comprei a minha no mercado livre como custava 7,5reais comprei duas para compensar o frete, deixando uma de reserva,sinceramente n lembro se era da leetools bom espera heheeh vou ver a reserva, ok cortei as bordas que contia a marca, mas acredito que lembraria, é idêntica olhando pelas fotos, porem a força magnética era ridiculamente fraca, descobri a facilidade de expor os imãs que tb eram 4 potentes pelo tamanho porem muito finos e pequenos, n cobriam 20% da área da pulseira, resolvi meu problema adicionando 2 imã de neodímio de HD, inteiros, cobrindo toda superficial, antes eu havia colado um imã de neodímio redondo na superfície mais descolava com o tempo, agora ficou tão boa que acho que vou colar a placa à borracha pois as vezes quando fixo em um objeto metálico a placa tende a sair pela força dos imãs, fora isso, ficou perfeita.

    ResponderExcluir