domingo, 30 de junho de 2013

Cama de Gato Aquecida e Automática


O inverno chegou. Oba! Eu e a patroa gostamos muito, nossos gatinhos nem tanto. Como todos sabem, gatos são mais quentes que humanos, e como temperatura é uma coisa relativa, eles sentem frio antes de nós. “Ah, por isso gatos gostam de dormir ao sol?” Isso mesmo, Gafanhoto. Pensando no conforto dos felinos, improvisei uma caixinha para eles dormirem sobre um isolante térmico e sob uma lâmpada, tipo pinteiro. Mas o que funcionava bem para dois, não funcionou tão bem quando chegou aqui em casa a Gioconda; para acomodar três ficou difícil.

A solução? Fazer uma cama maior. Onde tem gambiarra nisso? Ela seria feita de partes de caixotes e teria um sistema de aquecimento inferior totalmente automático. Vamos lá:
Primeiro a matéria prima. Caixotes de frutas são encontrados em qualquer lugar, mas principalmente na porta ou nos fundos de quitandas, sacolões, mercados, pizzarias, etc. Esses eu achei  próximos a um restaurante.
Desmontar não tem segredo, basta usar um martelo e bater de dentro para fora. As chapas foram cortadas nas medidas certas e lixadas com lixa 100 para alisar e 220 para dar acabamento, usei uma lixadeira elétrica, plano orbital, mas tudo pode ser feito à mão, só cansa um pouquinho mais.
Essa é a estrutura, as colunas nos quatro cantos servem para dar firmeza, assim como as longarinas na parte de baixo. As que estão acima dele serão o apoio do estrado onde os gatinhos dormirão.

Aqui já com o estrado. Ele também foi feito de partes de caixotes.


A parte de fora da caixa foi pintada com (acredite) guache. Isso mesmo, embora o rótulo diga que é para ser aplicada com pincel sobre papel, ela se comportou muito bem sendo aplicada sobre madeira com pistola de pintura. Pro trabalho usei a pistola de pintura elétrica Air Plus Spray da Schulz. Mas como é uma tinta mais frágil, após a segunda demão, apliquei uma camada de verniz Acrilex.  A cor é marrom, também da Acrilex, e foi gasto um pote de 250ml e dei duas demãos, fora o verniz no final.

 O estrado foi pintado com guache marrom por cima e verniz acrílico preto fosco da Colorgin por baixo, pra aproveitar melhor a temperatura das lâmpadas. Que lâmpadas? Já vamos chegar lá.

As peças foram deixadas secando penduradas, pra isso usei pitões rosqueados em partes que não aparecerão.
Mas eu tinha dito que havia um tal de “sistema de aquecimento inferior totalmente automático”, não é mesmo? Pois bem, vamos a ele, que é simplesmente isso aqui:
Mais de perto:

Isso mesmo, duas lâmpadas incandescentes de 25W cada, aquecendo o estrado e indiretamente os gatinhos enquanto dormes.  As lâmpadas foram inseridas em soquetes E27 comuns, suportados por braçadeiras que eu mesmo fiz usando a alça de um balde que quebrou. Tudo cortado e dobrado no alicate.
Quanto à parte automática é ainda mais simples, o estrado onde os gatinhos dormirão fica apoiado sobre uma chave elétrica que comanda as lâmpadas, quando há peso sobre o estrado (gato on), a chave é acionada, ligando as lâmpadas e iniciando o aquecimento; quando não há peso, (gato off) a chave corta a alimentação economizando energia. Aqui temos a chave colocada antes da pintura, apenas para marcar a furação.
O estrado ficou com 290gr, sendo que o tipo de chave que usei (tirada de um micro-ondas), é acionada entre 115gr e 170gr, dependendo da marca, por isso tive que colocar essa mola auxiliar, que também me dá a chance de fazer um ajuste do peso que será necessário para acionar as lâmpadas. O ajuste ficou em 400gr, sendo que a menor gata tem 1,8kg, portanto é só pisar que liga.
Aqui detalhes da chave já instalada e das ligações elétricas, usando terminais de conexão isolados com espaguete termo retrátil.

Uma coisa que eu vou explicar aqui, mas foi adicionada depois de tudo pronto, é uma seleção de temperatura. Bem que eu queria usar um termostato, mas acabei optando por algo mais simples, uma chave 2X3 e um diodo.
Essa chave é do tipo 110/220, mas com um diferencial, é de três posições, ou seja, ela para no meio, deixando o circuito cortado. Assim tenho a opção de ligar as duas lâmpadas diretamente no 110V, em 55V (ao passar pelo diodo) ou desligar tudo, para a cama ser usada em dias quentes.

Instalada ela ficou assim; a coloquei por baixo do estrado porque não é algo que deva ser manuseado sempre, então não há necessidade de estar acessível. O suporte eu aproveitei de outra chave, não fui eu quem fez.
Após a estrutura pronta, foi a vez de a patroa dar seu toque, personalizando a caminha:

Tudo aprovado pelo controle de qualidade.
E para tornar o estrado mais confortável e dispersar melhor o calor, temos essa almofada feita em casa, para as medidas exatas da cama.
Agora a cobertura, porque a ideia era aquecer por baixo e preservar um pouco do calor que escaparia pelas aberturas à frente e à retaguarda do estrado, esse calor ficaria preso em um tipo de teto em cúpula, rendendo um ambiente mais aconchegante. Pra isso cruzei em X varetas de fibra sobre a cama, prendendo as pontas em furos de 5/64” feitos na madeira; esses varetas são usadas para fazer gaiolas, têm 1,8mm de espessura por 2 metros de cumprimento, podem ser achadas em casas de agropecuária e custam R$0,40 cada.


A cobertura foi feita de algodão cru, duas dobras em cima fizeram um caminho para as varetas de fibra, isso impede que a cobertura saia da posição, mesmo com os gatinhos puxando, os acabamentos são bainhas simples. Uma segurança a mais foi a colocação de fechos de pressão, para deixar a cobertura mais firmemente presa.

O fecho é composto de duas partes, uma delas foi presa ao tecido normalmente, prensada numa matriz; já a outra foi aparafusada à madeira, com um parafuso de 7/64” por 20mm.

Tudo feito, testado e aprovado, os gatinhos agora quase não saem mais de lá. Todas as noites frias que temos tido são passadas com conforto, segurança e um calorzinho gostoso.


É isso aí, espero que você goste e fique à vontade para deixar comentários e opiniões. E não se esqueça de dizer seu nome, para eu poder conhecer melhor os visitantes.

That's it, hope you enjoy and feel free to leave comments and opinions. And do not forget to say your name, so I can better understand visitors.

36 comentários:

  1. Parabéns pelo capricho, gosto muito de seus posts. Gato on, gato ff, não conhecia esta chave...grande abraço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Mastigadinho. Apareça sempre por aqui, estou bolando mais coisas pra postar.
      Um abraço.

      Excluir
    2. Nota 10! Simplicidade e criatividade... Vc deve padronizar e comercializar, tem mercado amplo para o que vc desenvolveu e carência de produtos... Com certeza vc tera uma demanda bem grande, não perca essa oportunidade, ok?

      Excluir
    3. Obrigado, Anônimo, mas já tenho meu trabalho e faltaria tempo pra investir em um a nova atividade. Deixo aqui a ideia para ser aproveitada por quem é empreendedor e quer entrar no ramo de pets. O blog é um passa tempo, uma terapia. Tanto que muitas vezes falta até tempo pra responder regularmente ao recados deixados pelos visitantes. Mas agradeço pelos elogios, e volte mais vezes. Um abraço.

      Excluir
  2. Perfeito seu trabalho, parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns !! Tanto pelo trabalho como pelo carinho e respeito aos animais!
    Pessoas como você me fazem continuar acreditando no ser humano.
    Grande abraço !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, não sei se mereço tanto, Sandro, mas muito obrigado.
      Um grande abraço.

      Excluir
  4. que tal fazer um mata mosquito eletrico eu tentei fazer um peguei uma raquete daquelas de matar mosquito desmontei cortei as grades em forma de cilindro so faltou uma lampada no meio para atrair os mosquitos mas desanimei do progeto faltou ferramentas solda e outras coisas simples hehe acho q ninguem nunca tentou fazer isso q to falando eu via em filmes e desenhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Glayson, não sei de que estado você é, mas se for do RJ,. deve conhecer uma loja de bugigangas chamada Casa & Vídeo. Lá vendia uma coisa do jeito que você descreveu, parecia uma luminária, mas com uma lâmpada roxa dentro e duas camadas de tela. Quando o inseto vinha em direção à luz, ZZZZZZZ, era frito. Fazer isso com uma daquelas raquetes acho que não daria, porque essa da Casa e Vídeo ficava energizada direto, e já ouvi falar de muita gente que usou a raquete por tempo prolongado e ela queimou. Acho que não resistiria a uma noite inteira funcionando.
      Mas gambiarra é isso, tentar até acertar. Muita coisa que eu fiz acabou no lixo, mas essas eu não mostro.
      Um abraço.

      Excluir
  5. https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn1/59191_395160427271944_241584302_n.jpg

    ai tem outras fotos no face eu tenho um album so de gambiarra quem quiser me add ta ai https://www.facebook.com/glayson.fernandes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapaz, as pessoas acham que eu sou um alienígena quando digo isso, mas eu não tenho Facebook.

      Excluir
  6. Dos tempos estou tentando bolar uma maneira de enrolar um bicho desses aqui...

    http://www.betoeletronica.com.br/loja/images/0078945.jpg

    Difícil!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, trabalhar com transformadores é espeto, eu nunca tive essa coragem.

      Excluir
  7. Parabéns amigo, vou montar um, minha gata fica dormindo sobre o meu roteador, agora ela vai ter um cantinho bem quentinho, abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os meus disputavam pra dormir sobre o monitor, que é daqueles antigões (e o pior, é LG), e esquenta de montão.

      Excluir
  8. Oi, Ronaldo. Parabéns pelo blog, demais! Qual é o seu email para contato, por favor?

    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Lucas. Vou criar um email específico pra usar com assuntos aqui do blog, assim que tiver um te passo. Um abraço.

      Excluir
    2. Oi, Ronaldo,

      Estou produzindo um video com gente que gosta de colocar a mão na massa e consertar/criar/adaptar coisas. Queria te explicar melhor por email. Voce pode me escrever lá no olucasmelo gmail.com? Obrigado!

      Excluir
  9. Ronaldo, muito legal o seu blog.

    Também sou inventivo no quesito problema X necessidade. Pensar fora da caixinha é a minha filosofia, também é a sua pelos seus "cases". Tamô junto !

    Preciso construir uma máquina de vácuo simples e eficiente, tem alguma ideia ?

    Podemos trocar figurinhas por e-mail ?

    Abraço !

    ResponderExcluir
  10. Ronaldo, realmente muito legal, e mais ainda você compartilhar com todos. Adorei!
    Grande abraço.

    Ana Paula/SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O objetivo do blog é esse, Ana, dividir as ideias que deram certo, pra que todos possam se beneficiar. O que a gente ganha escondendo o jogo por vaidade? Nada! Um grande abraço.

      Excluir
  11. Sou engenheiro civil, e te digo Ronaldo, to impressionado com sua criatividade e capricho para fazer as coisas. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, e continue visitando o blog, em breve terá novidade. Um abraço.

      Excluir
  12. Ronaldo boa noite! Hoje tive a grande oportunidade de visitar teu blog, acabo de ver todas suas "engenhocas", percebo que possui grande capacidade de criação e que muitas vezes fica restrito a elas por conta de custos. Sou dono de uma empresa de usinagem, hoje trabalho para montadoras, porem estou em busca de novas oportunidades procurando algum produto para lançar no mercado mercado. Tenho certeza que ideias não lhe falta, caso tenha interesse em apresentar algum projeto, ou até mesmo para trocarmos experiencias entre em contato comigo.

    Att. Lucas
    administracao@swusinagens.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas, obrigado pela visita e pela proposta. O blog é um passa tempo, apesar de já ter recebido propostas, não produzo as coisas que mostro aqui, nem em atacado nem por encomenda. A grande maioria do que fiz e postei eram apenas recursos que resolveriam um problema imediato, ou como se diz no jargão militar, um jeito de safar a onça. Aqui é solução por demanda. Pra te falar a verdade, não tenho nenhum projeto em mente, as oportunidades aparecem e vão sendo desenroladas. Mas caso apareça uma chance, tenha certeza de que recorrerei à parceria proposta. E estou ansioso para ver seu site pronto, quero conhecer a empresa.
      Não deixe de visitar o blog mais vezes, em breve colocarei coisas novas. Um grande abraço.

      Excluir
  13. Que coisa mais gostosa! Parabéns! Estou adorando conhecer suas gambiarras!

    ResponderExcluir
  14. Parabéns pelo belo trabalho!! Estou pensando em colocar aquecimento na parte de baixo da casinha do meu cachorro, mas como as lâmpadas incandescentes estão sumindo do mercado, o que poderia substituí-las pra aquece a parte de baixo da casinha? obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... as lâmpadas estão com dias contados. Talvez uma ideia seria a "pedra aquecida", muitas têm termostato. Acredito que ajudaria, o que acha?

      Excluir
  15. Adorei!!! Principalmente a parte do "gato on" e "gato off". Aqui em casa temos apenas um e ele já bolou um jeito de se aquecer no inverno: dorme na cama, embaixo da coberta, entre eu e o meu marido. E aí de nós se não dermos espaço pra ele! Parabéns pela ideia!

    ResponderExcluir
  16. Parabéns, pensei em usar a mesma tecnologia, porém o problema agora é onde achar lampada incandescente... Teria alguma alternativa? E lampada de 25w nao seria um pouco fraca pra gerar calor no inverno intenso do sul?

    ResponderExcluir
  17. Achei excelente a ideia, inclusive já estou montando algo parecido!
    Diante do projeto percebi que você colocou algum material (fita prata?) logo abaixo da lâmpada para proteger o fundo, poderia esclarescer?

    No meu projeto pensei em por uma lâmpada PAR dessas de jardim, sabe?
    mas fiquei com medo de incendiar a caixa. alguma dica quanto a esse quesito de perigo de incêndio?

    Outra questão, não entendi o por que colocou o diodo, poderia apenas desligar uma das lâmpadas já que a ligação é em paralelo.

    ResponderExcluir