sábado, 18 de junho de 2011

Solda de Ponto

Essa é antiga, mas vale muito a pena ser mostrada. Depois que comprei minha solda de eletrodo revestido muitos problemas se resolveram, mas outros surgiram. A quase impossibilidade de encontrar eletrodos abaixo de 2,5mm, juntamente com minha insistente inabilidade para soldas tornava quase impossível trabalhar em peças mais delicadas, principalmente chapas finas. Pensando nisso parti para uma extensa pesquisa na internet, falei com um, falei com outro, peguei o embrião da ideia no Orkut e pesquisei muito até achar a receita definitiva para fazer uma ponteadeira (solda de ponto ou soldagem por resistência) inteiramente caseira.
A solda de ponto consiste em fazer passar pelos materiais a serem soldados uma tensão baixa com corrente muito alta, ao mesmo tempo em que é exercida pressão, isso faz com que as duas partes metálicas se fundam. Nesse processo nenhum material, como eletrodos, arames ou filamentos, é consumido.
Vamos ao processo: o coração da máquina é um transformador que fornecerá em torno de 3 volts com aproximadamente 500 ampères, para essa função foi providenciado um transformador de microondas.

ATENÇÃO, JAMAIS LIGUE UM TRANSFORMADOR DE MICROONDAS À REDE ELÉTRICA, A TENSÃO DE SAÍDA DELE É ALTA O SUFICIENTE PARA MATAR UMA PESSOA.

Dado o recado, aqui está o transformador em questão, comprado com facilidade em qualquer boa sucata por um preço entre R$10,00 e R$15,00.




O que nos interessa nele é apenas o enrolamento primário, que é o de fio mais grosso, os secundários originais serão descartados e substituídos por um novo. A menos que você seja ninja, a única maneira de fazer isso é abrindo a estrutura. Primeiramente prendi o transformador na morsa de bancada e usei a esmerilhadeira para cortar dois pequenos cordões de solda que unem as duas partes de aço, uma em forma de “E” e outra em forma de “I”, o que pode ser visto claramente na foto seguinte:




Como eu disse, os secundários foram descartados, um deles é apenas algumas voltas de fio encapado, o outro é uma bobina bem grande de fio fino; este sobre a bancada é o primário, que é útil e retornará ao seu lugar em breve.
O secundário novo fornecerá um volt para cada volta da espira, então 3 delas são suficientes, quanto à espessura do fio, dela depende a corrente disponível, quanto mais grosso o fio, mais corrente e mais eficiente a solda; isso, claro, respeitando as limitações físicas, não dá pra enrolar os cabos aéreos da Eletropaulo num espaço tão pequeno. Como estava difícil achar fio de cobre grosso eu apelei mais uma vez para a gambiarra, usei isso aqui:




“Ronaldo, isso é um pedaço do Sputnik?” Não, é parte do motor de arranque de uma caminhonete, gentilmente cedido pelo dono de um desmanche (sou cliente VIP, de vez em quando ganho essas regalias). Nele há fios de cobre de grosso calibre, que para me ajudar ainda são de seção retangular.




As quatro bobinas do motor foram desenroladas e novamente enroladas no formato e tamanho do núcleo do transformador, para dar a forma certa usei um pedaço de madeira como molde. As bobinas novas foram presas com abraçadeiras de nylon brancas (também chamadas de fita Hellerman, enforca gato ou tire-up) para não desenrolarem. E vale lembrar que para evitar contato, entre as espiras foi colocada uma fita de papel comum. Para ver se estava tudo do jeito correto arrumei as bobinas no núcleo do transformador; encaixou como uma luva:




Após isso as bobinas passaram por repetidos banhos de verniz próprio para enrolamentos de motores e transformadores. Esse verniz tem por objetivo proteger os fios de agressões externas, de umidade, evitar curto entre as espiras e não deixar que haja vibrações quando altas correntes circularem pelas seções de cobre. Ao todo foram aproximadamente 10 imersões para cada bobina, com meio dia de intervalo para secar.




Depois de secas, cada bobina recebeu um enrolamento de fita crepe para melhorar a segurança e o acabamento, e mais três camadas de verniz. Já o núcleo de ferro ganhou um acabamento em esmalte sintético azul.
Hora de fechar o transformador; recoloquei o primário original e o novo secundário, formado pelas quatro bobinas, e com o auxílio de três grampos C fixei as duas partes do corpo do transformador, aí foi só fazer uma nova solda com eletrodo revestido comum, de 2,5mm.




Uma solda bem porca, por sinal. Os terminais do secundário foram unidos por uma peça chamada split bolt, facilmente encontrada em lojas de material elétrico e que servem exatamente para isso, unir fios de bitola exagerada.




Depois de muito quebrar a cabeça e ver modelos comerciais, optei por uma configuração fácil de fazer e que me desse liberdade de fazer soldas em objetos de formatos variados. Já o alojamento para o circuito foi a caixa de um estabilizador de voltagem para PCs. Devidamente esvaziada e pintada.




Em máquinas comerciais de solda por resistência a refrigeração é feita por um radiador e água, na minha, bem mais modesta e feita para trabalhos menos exigentes, uma ventoinha de fotocopiadora foi instalada numa abertura no topo da caixa, puxando o ar quente para fora e forçando a entrada de ar novo que refresque todo o circuito.




Aqui apenas um detalhe do acabamento.




Como eu disse lá em cima, esse tipo de solda não consome nada, apenas faz passar corrente pelas chapas a serem soldadas, e esse contato deve ser feito por eletrodos que não se gastam. Esses eletrodos preferivelmente deveriam ser de cobre, pois o pulo do gato é o seguinte, o cobre conduz eletricidade melhor que o ferro, então quando as ponteiras se fecham e a corrente circula, há um curto circuito. Como o cobre conduz bem e o ferro conduz mal, é esse último que esquente, aí há a fusão. Sacou? “Mas Ronaldo, e se as ponteiras da máquina fossem de ferro e eu tentasse soldar chapas de cobre, não daria certo?” É isso aí, não daria certo de jeito nenhum. “Mas Ronaldo, essa sua invenção só solda ferro?” Isso, ferro, aço e algumas ligas.
Aí deu problema. Onde conseguir cobre no formato e na quantidade que eu queria? Foi uma Via Crúcis, só achei na capital e o envio era uma complicação, então optei pela segunda opção, latão, que é quase tão bom condutor quanto o cobre. Isso me facilitou a vida demais, pois achei o material certo e em forma de parafusos, o que foi perfeito para uma fácil e eficiente fixação. Os parafusos, mais duas porcas para cada, e dois conectores também de elétrica pesada e pronto, as duas ponteiras-eletrodos estavam feitas. Ah, como a área de contato tem que ser pequena e precisa, as pontas dos parafusos foram moldadas na lima.




Aqui o esqueleto já tomando forma. O fio que liga os terminais do secundário até os eletrodos são ligados diretamente com cabos cuja medida agora eu não lembro, mas são os mesmos usados em máquinas de solda de 250A. Não há chaves ou comutadores, todo o controle é feito no primário do transformador.




Falando em controle, vamos esmiuçar esta parte. Como no secundário as correntes são muito altas, seria impraticável colocar ali qualquer tipo de chaveamento, então isso ficou no primário, onde a corrente é baixa, pois a tensão é mais alta (110V). Para melhorar minha vida projetei a máquina de solda de forma que eu pudesse operá-la com apenas uma das mãos, assim me sobraria a outra para manusear o objeto a ser soldado. Com isso o controle de ligar e desligar a corrente foi instalado em um botão no manípulo que também controla a abertura e fechamento dos eletrodos, assim como a pressão sobre eles. Esse botão, no entanto, por limitações físicas não poderia ser uma coisa muito parruda, ou atrapalharia mais do que ajudaria. Então a ele foi dada a incumbência de controlar um pequeno banco de relês, e estes sim, controlariam a ligação do primário do transformador com a rede elétrica.




Fácil, não? E se você lê diagrama eletrônico, aqui está ele:




Onde:

F1 é a ventoinha;
D1 é um retificador de meia onda, que deixa passar apenas 60V;
C1 é um capacitor eletrolítico de filtro, com 1000 μf, que evita vibrações nos relês;
S1 é o botão no manípulo, que aciona a corrente de solda;
T1 é o transformador de microondas adaptado;
RL1, na verdade é um banco de cinco relês com bobinas de 12 volts em série para serem alimentadas por aqueles 60V que passaram pelo diodo D1 (12X5 = 60), e com os contatos em paralelo comutando a rede ao primário do transformador com uma boa folga no limite de corrente. Por que isso? Porque eu não tinha um relê para 110V, o espaço era pequeno para colocar uma fonte dedicada de 12V alimentando um relê forte, e eu tinha vários destes pequenos, lembre-se, gambiarra é trabalhar com o que você tem à mão.


Voltando ao assunto, tudo feito, estrutura montada, vamos aos pequenos detalhes: já que a caixa em que a montagem foi alojada era de um estabilizador, deixei uma tomada no lugar, assim se a ponteadeira estivesse ocupando a única tomada disponível, eu poderia ligar outro aparelho nela, como se faz com as portas USB. Toda entrada ou saída de cabo foi protegida por acabamentos de borracha que garantem a segurança e evitam possíveis contatos entre as partes metálicas.




Braçadeiras foram usadas para prender cabos, dando mais firmeza e melhor apresentação.




Aqui um dos eletrodos em detalhe:




Os braços da solda foram feitos com tubos de seção retangular retirados de uma mesa de escritório, acabamentos apropriados foram colocados para tampar as extremidades.




Aqui temos o manípulo onde é controlado praticamente tudo com apenas uma das mãos. Ele foi feito com um pedaço de cano de água um punho de borracha para bicicletas, uma chave NA comum, e duas cantoneiras para movelaria, tudo preso ao braço móvel com quatro rebites de repuxo. O fio de controle dos relês, assim como o de corrente, correm por dentro do tubo retangular e só saem na articulação, para fazer uma lira e evitar a quebra por fadiga.




O botão em close:




E ela finalmente pronta:




Ficou um chuchuzinho!


Matando a cobra e mostrando o pau (Ui!)


Por exigências do espaço dentro da caixa, acabei dando três voltas e meia nas bobinas do secundário, o resultado está aqui, 3,5V cravados.




A corrente superou as expectativas, 659 ampères. Não é um desempenho estrondoso, mas está ótimo para um improviso com materiais improváveis e atende perfeitamente às minhas necessidades. E como eu costumo dizer, a melhor ferramenta é aquela que te atende.




E como gambiarra que se preze tem que ter filminho, aqui está ele:






191 comentários:

  1. Cabeça boa pra criar as coisas hein!!!
    Agora coloca o dedo no meio e aperta o botão pra ver si da ponto ! rs
    É só zuera sobre colocar o dedo, realmente é uma bela pontiadeira. LEGAL!!!!

    ResponderExcluir
  2. Excelente matou a charada que eu precisava, parabéns.
    Francisco Guido

    www.xilofilos.com

    ResponderExcluir
  3. Anônimo, obrigado pelo elogio. Quanto a colocar o dedo, nem faz nada. Toda aquela corrente pode até assustar, mas apenas 3V são insuficientes sequer para atravessar a pele, Direto eu todo nos eletrodos energizados e ainda estou aqui pra contar a história. O que não pode e deixar encostar em anéis ou alianças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Ronaldo, tenha todo esse material em mãos, e gostaria de saber se dá para confescionar uma máquina de solda ponto, em minha cidade a tensão da eletricidade é 220 volts. Gostaria de saber quais ajustes devo fazer ou se não precisa fazer ajustes. Abraços!
      João Batista.
      Meu email: batista.j@hotmail.com

      Excluir
    2. João, se a rede na sua cidade é 220V, você só precisará de um trafo com primário de 220V, nada mais. Quanto ao secundário, recomendo que se faça uma experiência para saber se com este trafo diferente a relação de 1 volt por espira continua a mesma; dê algumas voltas com um fio fino e meça a tensão, ela deve ser igual ao número de voltas no núcleo do trafo. De resto é tudo a mesma coisa.
      UM abraço.

      Excluir
    3. Ronaldo eu posso segurar a peça a ser ponteada com a mão sem proteção que não vou levar nenhum choque eletrico

      Excluir
    4. ate pode choque nao mais uma bela queimadura sim.pois na hora que funde uma peça na outra ocorre um aquecimento muito alto que pode causar uma queimadura muito feia em tão se recomenda a usar pinças ou alicates.ok

      Excluir
  4. Francisco, obrigado. Se tiver alguma dúvida ou quiser uma informação que não ficou clara aqui, não se acanhe em perguntar, estou aqui pra isso mesmo.
    Caso você vá fazer sua gambiarra, o espaço está aberto, será um prazer divulgar seu trabalho.
    Falando em divulgação, caso haja um espaço no Xilófilos para comentar outros sites e blogues, por favor deixe uma menção do Gambiarras Maravilhosas, meu tempo está curto para fazer uma divulgação apropriada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boa noite Ronaldo gostei do seu trabalho em pesquisa me deparei com seu vidio e por fim seu blog .
      fiz alguns teste ao tentar montar uma spotter e vi que utilizando cabos de diferentes calibre e . no final opitei por um flaxivel de 10mm flexivel que custa em torno de R$5,00 o metro
      com 3 metros deu e sobro este mesmo cabo comporta até 50A no comprimento maximo de 35M ai perde potencia a cada metro ... pondo quase 3 voltas des cabo obitive 650A por bobina fiz trez destas 1 bobina 650A 2 bobinas unidas 930A 3 bobinas 1200A e super aquecimento removi uma bobina ... tenho apenas 2 e fico otima 2.9V e uma regulagem de ¨650A e outra de 930A.. e não aquece muito
      os cabos que liga ao eletrodo deveria ser de no minimo 250mm mas um de 70mm deu um bom negocio como é curto 1m apenas ele resite bem

      Excluir
  5. Ronaldo, já está devidamente divulgado com certeza e convido vc e os outros leitores para se increverem lá e participarem conosco.
    Grande abraço.
    Francisco Guido
    www.xilofilos.com

    ResponderExcluir
  6. Obrigado, Francisco, vou ver se ainda hoje dou uma ida com calma à xilofilos.com para ver suas matérias e me inscrever. Venha mais vezes.

    ResponderExcluir
  7. Isso não é uma gambiarra, é um projeto de engenharia!

    ResponderExcluir
  8. Imagina, Arnold, é só uma ideia que eu peguei crua, juntando informações aqui mesmo na internet, e fui lapidando até dar no que deu. Pretendo, em breve, publicar mais algumas coisas bem legais, pode esperar.

    ResponderExcluir
  9. mto boo essa maquina, estou tentando fazer uma, mas nao estou conseguindo, a tensao da rede de goiania e 220v ligo o primario sem o secundario e ele esquenta tando que começa a entrar em curto, o que pode estar acontecendo. se puder tirar esta duvida ja te agradeço de imediatol. Alex goiania

    ResponderExcluir
  10. Opa, acho que é nosso primeiro visitante de Goiânia, seja bem vindo.
    Alex, tem certeza de que o transformador que você tem é para 220V? Geralmente tem uma etiqueta de papel colada nele com essa informação.
    Não sou muito conhecedor de elétrica, mas acho que você não pode energizar o enrolamento de um transformador fora do núcleo. Pode ser isso também, vou perguntar pra quem tem as manhas e volto a te dar uma resposta melhor.
    De qualquer forma se o trafo esquentou demais pode ser que ele esteja inutilizado, se você tiver como conseguir outro é melhor. Nas sucatas é incrivelmente fácil achar microondas para desmanche e um trafo desses tem um valor médio de "dérreal". Não pague acima de 20,00. Talvez você tenha que pedir ao sucateiro que reserve, pois é a primeira coisa que eles tiram e destroem, por causa dos fios de cobre.
    Conforme for adiantando seu projeto fique à vontade para vir aqui e tirar qualquer dúvida, e não deixe de fotografar o passo-a-passo, aqui tem um espacinho reservado para os visitantes mostrarem seus projetos.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. francisco galvao aqui no DF infelismente nao tem esse tipo de maquina pra comprar foi ai que vi o seu blog estou tentando fazer uma solda ponto pesso por gentileza se voce pode tirar minhas duvidas ja consegui algumas peças como o transformador de microondas os fios retangulares da carcaça do motor de aranque os cabos eu vi a foto antes do diagrama estou confuso na ligaçao dos fios do primario com secundario ja que aqui a energia e 220 desde ja agradesso

    ResponderExcluir
  12. ronaldo como eu faço para conseguir 11v com 50a?

    ResponderExcluir
  13. Putz, aí complicou. Pra conseguir 11v é fácil, bastam 11 espiras em torno do núcleo, mas pra cravar 50A só sabendo quantos A são conseguindo por cada mm² do cobre usado e calculando isso em cima do fio escolhido. Isso infelizmente eu não sei fazer nem te ensinar como faz. Desculpa aí, mas essa eu fico devendo.
    Mas se não tiver problema em passar dos 50A, use um fio rígido de boa bitola, faça as 11 espiras, feche o trafo provisoriamente com grampos C e teste o resultado, se ficar abaixo do esperado faça um segundo enrolamento com mais 11 espiras e ligue em paralelo com o primeiro. Em teoria a corrente deve dobrar e chegar ou passar do que você precisa.
    Espero ter ajudado. Mas o que é mesmo que você pretende fazer? Se der, fotografe e mostre aqui, o espaço é aberto para todos. Um abraço.

    ResponderExcluir
  14. amigo, se eu colocar um fio comum de cobre(que não seja tão grosso) e der, por exemplo, 4 voltas, vai ficar 4 volts?

    ResponderExcluir
  15. Exatamente, para cada espira completa você terá 1V, mas se usar um fio mais fino terá pouca corrente. Se sua intenção é fazer uma solda de ponto a corrente gerada será suficiente apenas para soldar arames finos, mas não chapas. Se o que você quer é construir uma fonte de bancada, então terá bastante corrente para a maioria dos usos. Se você só dispõe de fio com pouca espessura, pode ainda fazer dois ou mais enrolamentos e ligá-los em paralelo, mas lembre-se, os enrolamentos devem ser idênticos.
    Um abraço e continue vindo aqui até sanar todos as suas dúvidas.

    ResponderExcluir
  16. amigo, com todo o respeito, poderia me fornecer a lista de materiais que você usou e também uma foto interna do projeto para eu poder entender melhor?
    ou melhor, poderia me fornecer um tutorial de como se fazer um exemplar passo-a-passo?
    meu e-mail é felipe26928640@yahoo.com.br
    desde já eu te agradeço
    Felipe

    ResponderExcluir
  17. bom dia, esse troço funciona dando curto circuito? porque aqui em casa o primário da sempre 3.5 Ohms
    ou seja, a resistência ta baixa

    ResponderExcluir
  18. Bom dia Ronaldo. Grande Gambiarreiro..
    Gostei do teu projeto. PARABENS...
    Estou tentando fazer uma maquina de solda a ponto para chapas de 0,5mm cada. O curto chega a escurecer as chapas mas não soldam. Estou usando um transformador de maquina de soldar sacos plasticos. Ele esquenta muito. Será que é fraco?
    Ascanio - email

    ResponderExcluir
  19. Ronaldo
    meu email é ascanio@eccofilter.com.br Não saiu no comentário anterior.
    Ascanio

    ResponderExcluir
  20. Caro Ronaldo,
    Estava eu pequisando na net (como fabricar uma máquina de solda ponto)foi quando me deparei com esse seu invento e fiquei fascinado e pretendo em breve construir uma dessas para mim. Sou um cara curioso e pretendo construir uma máquininha dessa só que tenho algumas dúvidas e gostaria que vc me ajudasse.(1º) esse fio enrolado em espiral tem alguma ligação com o enrolamento primário.(2°)depois de pronto pode-se ligar esse transformador à rede elétrica. Me responda por favor, meu hotmail é; danielferreiradiniz@hotmail.com só pra lembrar moro em Goiânia-Goiás sou o 2º goiano a interessar pela máquina. Desde já agradeço Ronaldo e parabéns pelo invento,pessoas como vc é muito útil a todos os curiosos como eu. Há dias atrás eu fabriquei uma máquina de solda elétrica caseira também copiado da net,funcionou beleza só que não faz o que essa máquininha faz

    ResponderExcluir
  21. Pessoal, é o seguinte, devido às festas de final de ano fiquei sem responder aos comentários, mas vou tentar pôr tudo em ordem aqui com respostas em sequencia para todos. Vamos lá:

    Felipe, a solda de ponto não é uma coisa das mais fáceis de fazer, você tem que ter pelo menos um certo conhecimento de elétrica e eletrônica. A postagem em si já é um tutorial, pelo menos tentai fazê-la de forma que ficasse claro como se faz uma igual. A lista de material usado também está no texto, dê uma olhada lá. Atualmente tenho tido muito pouco tempo entre trabalho e estudos, então fazer outro tutorial mais detalhado, achar, abrir e fotografar a máquina vai demorar um pouco, não prometo isso pra breve, mas vou tentar fazer e te mandar por e-mail.
    Um abraço.



    ###


    Anônimo do dia 21/12. A resistência do trafo de microondas é baixa mesmo, se você ligar em CC ele torra na hora, mas devido à reatância indutiva ele oferece uma resistência maior à passagem de AC, sendo assim não queima nem aquece demais.
    A solda de ponto funciona dando um cirto, como você descreveu, esse processo é chamado de Soldagem por Resistência. Dê uma olhada no Google e você aprenderá mais sobre esse processo tão fácil e interessante.

    ResponderExcluir
  22. Ascanio, você tem como medir a tensão e a corrente de saída? As ponteiras são de cobre ou latão? Pelo que você descreve pode ser que o trafo não tenha potência suficiente. Para você ter uma ideia, a minha ponteadeira, como 3,5V e 569A, já tem dificuldades de soldar duas chapas de 0,5mm, se a sua tiver valores inferiores a isso a solda não vai sair de jeito nenhum.
    Um abraço.


    ###


    Daniel, o primário e o secundário são isolados, embora estejam fisicamente próximos, não têm nenhum a ligação elétrica. Sim, depois de pronto ele pode ser ligado à rede (110 ou 220V, de acordo do o trafo escolhido), assim como ele era ligado na época em que estava no micro ondas. Mas cuidado, não o ligue enquanto ainda tiver o secundário original, isso é um sério risco de vida para você. Qualquer outra dúvida que você tenha pode vir aqui e perguntar à vontade, tentarei ser mais assíduo na leitura dos comentários.
    Opa, é verdade, já tivemos um visitante de Goiânia, e espero que muitos outros apareçam, esse blog é igual a Kombi e coração de mãe, sempre cabe mais um.
    Obrigado pelos elogios, eu me divirto fazendo as gambiarras e tento compartilhar os bons resultados com as pessoas que, assim como eu, gostam de inventar.
    Fiquei interessado em saber mais dessa sua solda caseira, mas por favor, me diga que não é aquela com o balde de água salgada.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  23. Caro Ronaldo
    Tenha um 2012 de muita paz, amor e logico de novas gambiarras.
    De fato o transformador que estava usando era muito fraco.
    Troquei por um de microondas (custo zero, dado por um sucateiro) e já consegui soldar algumas peças.
    Não ria de mim, mas eu coloquei as ponteiras de ferro e ocorreu de soldar as peças junto com as ponteiras. Foi um grande fiasco.
    Já troquei por latão (não encontrei de cobre) e melhorou bem o processo. O cabo que usei para fazer as 3,5 voltas é de 7mm e o mesmo esta dando as voltas e conectado direto nas ponteiras.
    Tanto o cabo como as ponteiras estão esquentando muito apos duas ou tres soldas. É normal ou tem alguma forma de baixar essa temperatura, pois preciso soldar varias peças em seguida?.
    Estou pensando em cortar o cabo na saida do transformador e conecta-los as ponteiras por um cabo mais grosso ou até por terminais flexiveis de ligação de bateria de autos.
    O que voce me sugere?
    Obrigado
    Ascanio

    ResponderExcluir
  24. Caro Ronaldo
    Eu não construi a parte eletronica conforme seu esquema. O 110
    esta entrando direto no transformador. Pode ser esse o problema de aquecimento? Não achei aqui na minha cidade os dispositivos indicados no seu diagrama. Vou procura-los na Santa Efigenia em SP. Já percebeu que eu não manjo nada de eletronica?
    Abraços
    Ascanio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ascanio, primeiramente feliz 2012 e tudo de bom pra você, torçamos para que o mundo não se acabe em dezembro e ainda tenhamos muitas gambiarras pela frente.
      Rapaz, que bom que você conseguiu o transformador de micro-ondas, e as ponteiras de latão. Essas têm mesmo que ser de cobre ou latão por dois motivos, a condutibilidade é melhor que a do aço e essa diferença é que causa o aquecimento e consequentemente a solda, e também por serem de um metal incompatível, fazem o trabalho sem que sejam soldadas junto com a peça, como você bem viu que acontece.
      Aquela parte eletrônica que eu usei para comandar o primário é apenas um incremento que eu fiz para deixar mais bacana, mas pode ser substituída por um bom interruptor NA (normalmente aberto) sem problemas, desde que ele suporte boa corrente. Deixar ligado diretamente no110V vai causar superaquecimento sem dúvida. Um certo aquecimento, no nosso caso, é normal, já que uma ponteadeira industrial é refrigerada por água circulando em um radiador. Em contornei esse problema de duas formas, sobre o transformador em coloquei uma baita ventoinha, e a ligação do secundário com as ponteiras é feita por cabo (eu acho) 16, que segunda o rojão e dissipa muito bem o calor. Faça isso com a sua e você verá que a temperatura ficará sempre num nível aceitável.
      E me mantenha sempre informado sobre seus progressos.
      Um abraço.

      Excluir
    2. Boa noite não sei se ja enconto o dispositivo
      se isto lhe ajudar pode ser util um botão de campainha para ligar e desligar rapido e uma ventoinha para resfriar pode ser um culer 110V encontrado nas fontes de computador de alguns fabricantes

      Excluir
  25. Ronaldo aqui é o felipe denovo
    achei um tutorial na internet em inglês que explica como fazer uma solda ponto eficiente. Resolvi fazer e pelo visto funciona, pois soldei dois pedaços de arame com apenas meio segundo ligado
    então vim aqui perguntar se é totalmente seguro usa-lo ou ele pode torrar minha fiação depois de algum tempo?
    link do site: http://www.instructables.com/id/Homemade-Spot-Welder/
    OBS: quem quiser tentar o do site em inglês use sempre um DISJUNTOR! preferencialmente de 15 ámper.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô, Felipe, bom ver você aqui de novo. Olha, basicamente esse projeto do Instructables e o meu são a mesma coisa, o princípio é o mesmo, mas eu não quis fazer esse tipo de garra que eles mostram porque não dá pra colocar muita força no aperto, e a pressão é parte importante da solda. Outra coisa que eu evito é estruturas de madeira porque aumenta o risco de fogo acidental. Mas a sua dica é boa, sempre usar um fusível ou disjuntor.
      Sobre o risco de que você fala, isso vai depender muito da instalação elétrica da sua casa, se ela for muito antiga ou tiver sido dimensionada de forma errada, pode ser que venha a haver um problema, caso contrário, é totalmente seguro. Mas faça o seguinte, use a ponteadeira por um tempo e sinta se o fio que a alimente está muito quente, se só estiver morno é bom sinal.
      Um abraço.

      Excluir
  26. Quero uma pra mim.... me ajuda a construir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, o tutorial está aí, bem explicadinho, basta seguir o passo a passo; mas se restar alguma dúvida é só vir aqui e perguntar à vontade.
      Um abraço

      Excluir
  27. Ronaldo, boa noite.
    Me chamo Claudio, sou de Taubaté-SP, adorei esta maquina, porem sou totalmente leigo em Elétrica, você tem noção de quanto custou esta maquina? Sera que eu consigo com sua ajuda e minha força de vontade, construir uma?
    claudio_tte@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô, Cláudio, saudações. Tenho alguns amigos em Taubaté e até morei aí algum tempo. Olha, agora que você falou é que eu notei que não coloquei os custos no final da postagem, como costumo fazer. Mas é meio complicado falar em valores já que tudo é feito, basicamente, com o que se tem em casa, comprando só o essencial. O custo de se construir uma dessas sempre vai variar de pessoa para pessoa, dependendo do que casa um tem à mão. Mas não custa muito não, vai por mim.
      Construir a sua é possível, claro, basta que você tenha as peças e alguma habilidade manual. Basicamente o passo a passo está lá em cima, é só fazer o que eu fiz. Algumas pessoas tem tido dúvidas quanto à parte dos relés que comandam o primário, mas tudo aquilo foi uma experiência e pode ser substituído por um botão do tipo campainha, mas que suporte uma corrente maior. E você tendo alguma dúvida pode vir aqui e tiras nos comentário, só peço um pouquinho de paciência porque não é sempre que eu entro na internet, então posso levar um tempo pra responder.
      Um abraço.

      Excluir
  28. Josias Vitor,Palmeira PR.ola gostei muito dessa postagem, tbm tenho um blog chamado Gambiarra. Estou com intençao de contruir uma maquina dessas. vc acha da para construir o secundario com cabos frexiveis ao inves de cabos rigidos,ou o uso de cabos frexiveis causaria aquecimento dos fio por correntes de folcalt? pensei em utilisar pedaços de barras de aterramento, aquelas de fio terra de para-raios para fazer os eletrodos visto que as barras cilindricas sao de cobre. Seu trafo ta dando mais potencia do que o primario foi projetado pois um Trafo de microondas deve dar uns 900 wats, o seu esta dando mais de 2000 wats(multiplicando corrente por voltagem)isso pode torrar o primario a longo praso.meu blog http://gambiarra1.blogspot.com/ vitornjosias@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Josias Vitor, pode fazer o secundário com cabo flexível sim, funciona da mesma forma, só que como ele é proporcionalmente mais espesso você tem um aproveitamento menor do espaço. Quanto às corrente de Foucault, não será um problema porque o uso é intermitente e não haverá tempo para aquecer demais.
      Olha, as barras de aterramento que eu conheço são de aço revestido de cobre, examine bem as que você está pensando em usar, teste com um imã se for o caso, mas acho que não servirão, precisa ser cobre maciço.
      Você fez a conta certa, tenho quese 2kW na saída, mas lembre-se o micro-ondas é feito para funcionar muito tempo seguido, todos os dias. O transformador da ponteadeira é um experimento caseiro, basicamente para hobby e não é exigido da mesma forma, então sobrevive ao serviço.
      Na primeira farei uma visita ao seu blog.
      Um abraço.

      Excluir
  29. boa tarde Ronaldo gostei da Gambiarra. estou tentando bolar uma de 14v com mais o menos 250amperes, tenho um som no meu carro com 8mil rms. preciso de uma fonte para alimentar as baterias, fui ver quanto custa e er muito caro rsrsrs... por isso vou opitar por uma gambiarra, so nao sei se dar certo...

    ResponderExcluir
  30. e tbm nao sei quais componentes preciso para essa fonte. me falaram que preciso de ponte retificadora de alternador de carro e filtro de linha. estou pesquisando ainda. vc pode me fala algo se souber a respeito por favor .obg ass: julio cesar meu e-mail er hulkcassale@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, se o trafo de micro-ondas for dos grandes, você usar um fio bem parrudo e conseguir enrolar as 14 voltas bem justas, acho que chega nos 250A.
      As peças são as seguintes: para retificar use pelo menos 6 pontes retificadoras KBPC5010, que suportam 50A cada uma e custam na faixa de R$9,00 cada uma, esqueça retificadores automotivos. Os capacitores de filtro são a chave para evitar ruídos no seu som, teoricamente, quanto mais µF melhor, mas um profissional de som vai te orientar melhor quanto a esse valor. De resto não tem mistério, uma fonte é coisa bem simples. Caso você não tenha boas lojas de eletrônica perto da sua casa, pode comprar pela internet, dá uma olhada no site da Blue Color.
      Em breve vou fazer uma coisa parecida com isso, mas pra outros fins, assim que estiver pronta colocarei em uma nova postagem.
      E se fizer a sua e quiser um espaço para mostrar, fique à vontade para me mandar que eu publico no Blog.
      Um abraço e boa sorte com a sua fonte.

      Excluir
  31. Muito bom!!! Seu post me ajudou e muito to com vários Transformadores de microondas também e escolhi os maiores para fazer uma dessas bem parruda. Mas já estou encontrando os mesmo problemas que você. Encontrar um fio para o secundário que atenda o projeto. To pensando em enrolar vários fios com uma furadeira pois a voltagem não precisa ser grande mas a amperagem sim. Já fiz isso com trafos menores e deu certo vou fazer la e ver no que dá. Ja que este tipo de gambiarra ( adaptação ) é construída pelo método de erros. Valeu pelo tutorial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, o espírito da gambiarra é exatamente esse. Se você for em lojas de material elétrico profissional, poderá achar fio AWG4, que tem Ø 5 MM. Não é dos mais baratos, mas te atenderá plenamente. Como o necessário é tchegar aos 3, no máximo 4V, então seriam vários enrolamentos em paralelo, aumentando assim a corrente. Ou pode ser também do seu jeito, fazendo um cabo torcido de vários condutores menores. Mas veja antes se não vai ficar difícil de fazer o enrolamento no núcleo do trafo.
      Pretendo fazer em breve uma fonte 12V bem parruda, para bancada. Usarei o mesmo sistema de trafo de microondas, e levando em consideração os resultados deste aí de cima, depois de uma regra de três simples dá pra acreditar que a corrente será na ordem dos 140A. Dá pra brincar!
      Caso você queira, pode fotografar seu projeto que eu publico, aqui temos sempre um espaço para divulgar as gambiarras dos leitores.
      Um abraço.

      Excluir
  32. Ronaldo como isolar os split bolts de onde são fixados nas estruturas?, pois elas estão em contato entre si. grato paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, os split bolts onde as ponteiras são ficadas não tem isolamento, eles são eletricamente ligados aos seus respectivos braços. Os braços sim, são isolados da caixa por arruelas de nylon e fitas de borracha. Fiz dessa forma para não ter material isolante próximo às ponteiras e consequentemente expostos ao calor.
      Caso tenha qualquer outra dúvida fique à vontade para perguntar.
      Um abraço.

      Excluir
  33. Ronaldo agradeço esclarecimento sobre isolamentos e aproveitando sua gentileza e boa vontado solicito outra informação. Estou montando uma solda de acordo com seu projeto porem optei pelo enrolamento do secundario com cabo flexivel isolado com borracha. Devo substituir este isolamento por outro de fita crepe com verniz para não prejudicar a indção? Mais uma vez muito obrigado paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, o tipo de isolamento não interfere no funcionamento, desde que seja resistente às altas temperaturas que o trafo pode vir a gerar com um uso mais exigente. Trocar a capa plástica original do fio por fita crepe envernizada tem apenas o objetivo de diminuir o espaço entre cada volta do fio, proporcionando, assim, uma quantidade maior de fio compondo o secundário; com isso se consegue um desempenho melhor, afinal, o espaço que antes era ocupado por material isolante agora será ocupado por cobre.
      Cabos flexíveis, ao contrário dos rígidos, são mais difíceis de desencapar sem que se danifiquem, então você terá que ter mais cuidado para remover a capa e não deixar que ele desfie por acidente. Mas pode ser feito, e se você já tem o fio em mãos, vale a pena pela economia.
      Qualquer outra dúvida não deixe de voltar aqui. E talvez na semana que vem eu poste outra gambiarra feita com trafos de microondas.
      Um abraço.

      Excluir
  34. Boa Noite, Gostaria de saber como posso adaptar seu projeto para usar como soldador e serra fita (aquelas de cortar carne).

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boa noite vc ja viu alguma maquina de soldar fita de serra ? bom colega desculpe entrar assim mas não é muito complexo mas a solda é sempre solda só muda o modo de fazela este tipo de solda ponto " topo ", esta solda é composta de 3 elementos 1° corrente 2° tempo 3° preção . é igual porem o mecanismo muda; montei uma maquina desta e meus eletrodos é solto e eu faço varios testes e tenho judiado do meu trafo para ver até onde ele vai e acredite este transformador pelomenos o primario é otimo e não queima facio , este site tem uma otima informação sobre este tipo de solda( http://www.bamsoldas.com.br/informativos/cursodesolda.pdfhttp://www.bamsoldas.com.br/informativos/cursodesolda.pdf ) de uma olhadinha que vale a pena leandroaperez@ig.com.br se o colega Ronaldo não se importar

      Excluir
    2. Primeiramente quero agradecer pela disponibilidade em me responder. Também queria dizer que teu blog é muito interessante, e dizer que uma idéia na cabeça e um pouco de vontade podemos fazer coisas grandiosas.

      Eu estava na internet procurando algo sobre aparelho de sodar fita de serra para cortar carne, e encontrei teu site que já me deu uma boa idéia. Meu conhecimento é bem limitado na eletrônica e elétrica. Creio que com esse projeto e mais um pouco de pesquisas (quando sobrar um pouco de tempo), creio que vou conseguir algo.

      Mais uma vez Obrigado.

      Willian.

      Excluir
    3. Leandro, primeiramente eu não me importo nem um pouco, pelo contrário, quanto mais os leitores participarem, melhor ficará o blog. Sua participação foi ótima, espero que tenha ajudado o Willian.
      Quanto à sua dúvida, Willian, procurei saber sobre serras de fita usadas em açougues, mas não consegui ninguém que pudesse dar informações completas e seguras. Infelizmente vou ficar devendo uma solução para seu problema. A máquina que solda serras de fita trabalha pelo mesmo processo que a minha, mas tem uma porção de pequenos detalhes que não podem ser ignorados e que farão a diferença entre uma solda confiável e uma solda perigosamente frágil. Em se tratando de um pedaço de serra girando a alta velocidade, todo cuidado é pouco. Mas espero que você consiga a solução para esse questão. Um abraço.

      Excluir
  35. Ronaldo Boa tarde!
    Antes de mais nada, achei espetacular seu projeto!
    Vamos fazer um por aqui.
    Tenho uma duvida,
    No seu diagrama eletronico:
    Diodo retificador 60 V.
    Nao tem mais nenhuma medida eletreonica, tipo Watt etc.
    Gratos,
    odair Munhoz Lopes
    Sao Jose do Rio Preto, São Paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Odair, primeiramente fico muito satisfeito em saber que meu projeto servirá pra te ajudar a fazer a sua própria solda. O objetivo do blog é esse mesmo, compartilhar idéias. Caso queira mostrar a sua criação aqui, t em sempre um espaço aberto para a Gambiarra do Leitor, basta mandar as fotos e textos que eu ficarei feliz em publicar.
      Vamos lá: essa solda foi a minha primeira experiência com os versáteis trafos de micro-ondas, eu não tinha experiência com esse componente e por julgá-lo um grande consumidor de corrente, fiz esta circuito para acionar o primário com relés que juntos suportam uma carga de 50A, um absurdo. Você pode comandar o primário do trafo tranquilamente com uma chave NA (normal aberta) que suporte 10A, isso se acha em qualquer lugar. Isso facilitará a sua vida. Mas pra tirar a sua dúvida mesmo assim, a funcão daquele diodo é apenas fazer uma retificação de meia onda, transformando os 120V alternados da rede elétrica em 60V positivos pulsantes. Acho que usei o 1N4004 ou 1N4007, não tenho certeza, mas qualquer um desses dá conta da ínfima corrente que os relés pedem.
      Bem, é isso, você pode fazer sua própria solda usando apenas o trafo e uma chave, além das ponteiras e estruturas necessárias, claro.
      Qualquer outra dúvida que aparecer, basta vir aqui e perguntar.
      Um abraço.

      Excluir
  36. Amigo, ali no esquema não está bem especificado sobre os reles.. Eu to quebrei a cabeça e achei melhor perguntar pra você..
    Qual o modelo de cada componente pra fazer a caixa de reles?

    Você pode me responder pelo e-mail guilhermewolff@live.com ?

    Você tem três gambiarras perfeitas que irei ultilizar, que são:
    Ponteadeira, mesa agitadora de solução e a dobradeira.

    Estou começando a trabalhar com montagem de pedais de guitarra e seus projetos são perfeitos para o assunto.


    Obrigado amigo!
    Guilherme Wolff

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme, fico muito feliz em saber que não apernas uma, mas três das minhas gambiarras serão úteis para um leitor, esse é o objetivo do blog.
      Olha, esses relês mais atrapalharam do que ajudaram na gambiarra, é o seguinte, como eu comentei com o Odair, na pergunta anterior à sua,
      essa solda foi minha primeira experiência com trafos de micro-ondas, eu ainda não tinha experiência com esse componente e o julguei, erradamente, um grande consumidor de corrente, por isso fiz um circuito para acionar o primário com relés que suportassem uma carga de 50A, foi um desperdício. Você pode perfeitamente comandar o primário do trafo com uma chave normal aberta que suporte 10A ou mais, e isso além de mais fácil e econômico, se acha em qualquer lugar. Faça dessa forma, eu garanto que funcionará e ainda facilitará a sua vida.
      E se você quiser mostrar as gambiarras que fez aqui no blog, fique à vontade para mandar que eu publico.
      Qualquer outra dúvida pode continuar perguntando. Um abraço

      Excluir
  37. Ola, tem um tutorial mais explicado? Sou leigo, tenho mais uma duvida gostaria de fazer um pistola de solda para emendas de fios para usar estanho, seria cabo de 35mm tem alguma dica de como fazer essa pistola? Grato e no aguardo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alex, o único tutorial que tenho é aqui mesmo no blog, infelizmente não tem me sobrado tempo para investir mais nisso. O blog é apenas um passa tempo, dedico à ele apenas uma parte do meu pouco tempo livre. Mas é sempre por ele mesmo, usando as perguntas e respostas, que tento tirar as dúvidas dos leitores.
      Para emendar fios de cobre (suponho que você esteja trabalhando com cobre), o melhor mesmo é um ferro de solda bem potente. Para fios de 35mm (aprox. AWG 2) você precisaria de um fuzil de solda, e não apenas uma pistola. Recomendo usar um ferro de solda tipo machadinha, eles tem potência entre 180 e 320W e custam entre R$90,00 e R$200,00. Não é um investimento baixo, mas vai te atender perfeitamente. A potência ideal é melhor você saber diretamente com o vendedor, pois se você vai soldar um olhal na ponta do cabo, ou um cabo à uma barra de cobre, muda o quanto o ferro de solda será exigido.
      Espero ter ajudado, um abraço.

      Excluir
  38. Meu Caro...
    Extremamente bela sua engenhoca...
    É um privilegio ver o que voce fez...
    Parabenz...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Marani, a ideia é sempre compartilhar as idéias com pessoas que precisam de uma saída prática para aqueles probleminhas do dia a dia. Fique à vontade para visitar o blog mais vezes.
      UM abraço.

      Excluir
  39. caro colega qual o espessura do material que esse equipamento consegue soldar tipo a grossura do ferro que pode se unir através dessa solda?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emerson, o arame mais grosso que eu soldei foi de 5/64', que é quase 2mm, os mais finos também podem ser soldados, masa tem que ser rápido e ter a mão leve, pra não cortar o arame. Já chapa, não pode ser nada muito grossa porque o calor se dissipa facilmente, então chapa fina, tipo de latas, é a ideal. Para chapas mais grossas teria que ser um trafo mais parrudo ou dois idênticos ligados em paralelo.

      Excluir
  40. Caro Ronaldo, 1º parabéns pela "engenhoca"!!!

    Gostaria de saber se posso soldar gaiolas de pássaros com ela ou teria de ser algo com menos potencia??? Daria pra regular a potencia (tipo um potenciômetro?) de alguma forma??? Cara, sou leigo em eletrica/eletronica e precisarei te especular por vezes!!!
    Grato.

    Humberto Ibañez - Canavieiras - BA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, Humberto, arame de fazer gaiola raramente tem mais que 1mm, certo? Nessa espessura solda numa boa, basta ter a mão treinada no tempo com a corrente ligada e na pressão aplicada aos eletrodos. Dependendo da composição do aço a ser soldado, ele responde com mais ou menos violência à passagem da corrente elétrica (leia-se faíscas), mas nada que atrapalhe.
      O que eu vejo que seria um contra tempo é a questão do aquecimento. O trafo pode ficar muito quente pela quantidade de soldas que você faria em pouco tempo para concluir cada gaiola.
      Uma saída seria refrigerá-lo por imersão em óleo, mas isso já é pro final do projeto, caso você realmente o leve adiante.
      Ah, e pode perguntar à vontade, só peço que tenha paciência em esperar a resposta, porque o tempo anda cada vez mais curto.
      UM abraço.

      Excluir
  41. Caro Ronaldo, um motor de arranque é o suficiente??? Existe uma lista de materiais para nos guiarmos sem esquecer de nada???

    Forte abraço.

    Humberto Ibañez - Canavieiras - BA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para mim, um motor de arranque foi a conta certa. Mas isso é porque eu queria economizar e usar o que tinha à mão, caso você queira pode usar fio rígido de bitola grossa, facilmente encontrado em casas de material elétrico para instalações comerciais e industriais.
      Quanto à lista, nem achei necessário fazer uma porque os materiais vão sendo descritos no texto, assim não tem como deixar nada para trás.

      Excluir
  42. RONALDO parabens pela maquina e por colocar tudo aqui pra gente ver gostaria de uma imformaçao se possivel gostaria de saber se tem como soldar latao com latao sao peças de bjuteria fio de no maximo 1,5

    antecipadamente agradeço
    alexpqn@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola amigo, acredito que seria de menor custo e maior beneficio soldar com maçarico à gaz daqueles mini maçaricos, o que voce acha ronaldo?

      Excluir
    2. Alex, soldar latão não daria. O princípio dessa solda é que o material a ser soldado seja menos condutor que as ponteiras, assim, um aquecerá mais que o outro e haverá a fusão. Se tentássemos soldar ouro, por exemplo, ele ficaria numa boa e as ponteiras incandesceriam, pois latão (que foi o que eu usei), é menos condutor que ouro. Se você tentar soldar latão, a condutibilidade será igual entre todos eles, e não ocorrerá o aquecimento das partes certas.
      Nosso amigo Vinicius deu a ideia de usar maçarico, e eu vou falar a verdade, nunca usei um pra poder conformar, mas se ele sugeriu, deve dar certo. O que eu sei que solda latão muito bem é solda de liga chumbo estanho, aquelas usadas em eletrônica, com um ferro de solda comum. Mas elas deixar uma camada de liga, que é de cor diferente e eu não sei se isso atrapalharia seu serviço. Vou procurar saber se alguém que eu conheço já fez esse tipo de solda com maçarico e te dou um retorno.
      Obrigado pela visita, um abraço.--300000069Alex, soldar latão não daria. O princípio dessa solda é que o material a ser soldado seja menos condutor que as ponteiras, assim, um aquecerá mais que o outro e haverá a fusão. Se tentássemos soldar ouro, por exemplo, ele ficaria numa boa e as ponteiras incandesceriam, pois latão (que foi o que eu usei), é menos condutor que ouro. Se você tentar soldar latão, a condutibilidade será igual entre todos eles, e não ocorrerá o aquecimento das partes certas.
      Nosso amigo Vinicius deu a ideia de usar maçarico, e eu vou falar a verdade, nunca usei um pra poder conformar, mas se ele sugeriu, deve dar certo. O que eu sei que solda latão muito bem é solda de liga chumbo estanho, aquelas usadas em eletrônica, com um ferro de solda comum. Mas elas deixar uma camada de liga, que é de cor diferente e eu não sei se isso atrapalharia seu serviço. Vou procurar saber se alguém que eu conheço já fez esse tipo de solda com maçarico e te dou um retorno.
      Obrigado pela visita, um abraço.

      Excluir
  43. OLA RONALDO, parabens por seus inventos estou admirado da grande quantidade de coisas que tenho visto aqui em seu blog, estou com ideia, o alicate e o material necessario para construçao de uma maquina igual a sua porem, gostaria de saber se ela tem capacidade de soldar tres chapas de 1mm cada pois trabalho com funilaria aqui em rio grande, rs e tambem se ha alguma possibilidade de utiliza-la como spotter (repuxadeira) pensei em fazer a ponteira no caso da repuxadeira de aço para que se funda com a lataria e segure a marreta de repuxo, nao sei bem, voce teria alguma ideia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite amigo Vinicios, bom ja postei ateriormente aqui e a sua duvida tambem foi minha . tentei e montei um trafo destes por testes deste tipo não obtive exito o mais proximo que deu foi soudar a cabeça de rebite pop e utilizando o alicate repuchar como uma repulchadeira milimetrica; tentando almentar as espiras e diminuir não deu muito efeiro a solda é um poco fraca para isto o ideal se vc´atigir pelo menos 900A a 1200 com 3V foi a leitura que tice em uma espot proficional ...bom.. o nucleo toroidal de ferro tem que ser maior para isto ideal de pelo menos 2000W pelo que tenho testado
      http://www.youtube.com/watch?v=5Iuf2Qva2MQ&feature=related
      http://www.youtube.com/watch?v=a0PUA1xHjxU
      leandroaperez@igcom.br

      Excluir
    2. ola leandro, obrigado por me esclarecer algumas de minhas duvidas porem estive pensando sobre o assunto e me veio uma ideia de construir nao 1 mas 2 trafos de mesmo porte iguais ao de ronaldo e se tudo correr bem, eles darao em torno de 1300A mas a duvida que tenho é como fazer a ligaçao entre eles para que se some as correntes e se mantenha a mesma tensao nao sei se em paralelo ou em serie. tambem nao tenho muita experiencia com trafos mas acredito que com gambiarras a melhor maneira de se aprender é errando.

      Excluir
  44. Que mente engenhosa!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  45. Adorei a idéia,pena que li este artigo num domingo de manhã,
    e as lojas de mat.const. estão fechadas.
    Será que posso montar esta maquina sem
    o RL1 ? ou relé , ou posso substituir
    este rele por uma chave disjuntora de 100A
    ?
    no esquema todo nao vi sua montagem do diodo,
    capacitor e rele.
    ------------
    adorei a ideia e vou po-la em pratica amanhã
    cedinho.

    ResponderExcluir
  46. tudo bom Ronaldo otima gambiarra eu queria faser mas aqui e 220 e do mesmo jeito ou não tem como vc me res ponder e como subistituir o por um so e qual posso usar e ese souda 3mm de espesurae; meus parabens otima cabeça. edijunio@hotmail.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, vamos por partes: aqui em casa tenho 110V e 220V, mas todos os trafos que tenho já são antigos, do tempo me que morava numa casa que só tinha 110V, então são todos pra essa tensão.
      Ainda não tive a oportunidade de trabalhar com um trafo para 220V, mas faça uma experiência, remova o secundário, passe três voltas de qualquer fio no lugar, feche o trafo na morsa e ligue, se der 3 volts na saída, é porque em 220 a relação ainda é de 1V por espira, aí é só continuar o serviço com o fio apropriado. Quanto à soldar chapas de 3mm, não dá, não com um trafo tão pequeno. Ele dá conta de arames médios e chapas finas, apenas.
      Um abraço.

      Excluir
  47. Bom dia Ronaldo, volto hoje para saber se vc conhece um circuito de aquecedor por indução, aquele que é usado para tempera do aço. Outra vez lhe agradeço Paulo

    ResponderExcluir
  48. Ola,ganhei um trafo em uma oficina aqi na cidade. O tecnico nao estava,entao o gerente falou que nao entendia sobre esses trafos e escolheu um trafo usado que pra minha surpresa estava em bom estado. liguei ele com os devidos cuidados e o secundario ainda funcionava. Desmontei o trafo. Respodendo a um cometario de um de seus leitores o primario nao deve ser ligado fora do nucleo ou com o nucleo aberto pois a indutancia e muito baixa e por isso é a mesma coisa que um curto circuito. Nesse caso muitos pensam que os fios das bobinas sao de cobre mas esse usa bobinas de aluminio, mas o vernis da uma cor de cobre.Ainda nao montei. Pergunto sobre aqueles dois brocos de aço laminado que estao dentro do"E",entre as duas bobinas,devo manter eles durante a montagem? Nao tenho amperimetro,sera que duas bobinas de fio rigido 10 dao conta? Para esperimentar futuramente, que tal cortar dois trafos e unir os Dois "E"para formar um unico nucleo e ligar dois primarios em paralelo e uma bobina secundaria feita de cabo de baterias? montar depois comento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Up! boa pergunta, to querendo saber também! Juntando os dois nucleos ficaria um espaço maior para mais bobinas do secundario, gerando assim mais corrente exato, Marcos?

      Att, Gabriel.

      Excluir
  49. queria saber também, se para ligar em 220V teria que mudar o retificador de meia onda e os relês? e a capacitância do capacitor, continuaria 1000 μf?

    Abraço

    ResponderExcluir
  50. Opa, meu nome é Juliano Dahmer,


    cara fiquei sem palavras pra tua gambiarra, mas a minha nessecidade não é tão grande, quero fazer um ferro de solda de 300w mais ou menos, aqueles tipo pistola, mas não achei muita coisa na net, tu tem como me explicar como proceder com o trafo? tipo qual trafo e como modificar, se possivel me manda por e-mail ( juliano.dahmer@hotmail.com ).

    desde já agradeço,

    abraço.

    ResponderExcluir
  51. Claude Rafael

    Boa tarde Ronaldo.

    Fiquei maravilhado com as ideias compartilhadas aqui em seu blog e dou-lhe os parabens, pois são ideias como essas que fazem as pessoas criarem uma certa independência e terem sua renda mais "gordinha".
    Mais tenho uma dúvida: Que ligação existe entre o primário(fio grosso) e o novo secundário(fio do motor de arranque)? Digo, como é feita a ligação dos dois? Ou não é feita nenhuma ligação? Apesar de o passo a passo ter sido muito bem feito, me perdi nessa parte. Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
  52. oi Ronaldo me chamo Damian,vi e gostei muito do seu blog,vc e muito inteligente mesmo parabens cara.
    mas eu gostaria de saber uma coisa.
    tenho uma maquina de solda 250A
    se eu por uma ponta de cobre no terra e outra no porta eletroldo e precionar os mesmo contra dois fios de arame consiguirei fundir os arames??
    lembrando que os arames seram de aço ou galvanizado..
    por favor responda minha pergunta.
    valeu um abraço pra vc cara e boa sorte nas suas novas esperiencias..

    ResponderExcluir
  53. achei por acaso seu blog, e fiquei impressionado com sua inteligência de criar coisas, adorei a solda-ponto parabéns!

    ResponderExcluir
  54. Prezado amigo;
    Parabéns pela matéria!
    Fiz uma maq desta e soldo bem em aço por ex: prego 18X27 em cruz, mas chapa fina GALVANIZADA (calhas e rufos) não solda! Você saberia me dizer por que?
    Grato por sua atenção;
    Marcel - Jundiaí-SP

    ResponderExcluir
  55. boa noite, vc pode me esclarecer uma duvida? é o seguinte como é feita as ligações das bobinas primarias e secundarias do transformador? onde trabalho uso um ferro de solda modelo de pistola feito com transformador, acredito que seja o mesmo principio da sua maquina, queria entender como é feito as ligações do enrolamentos mas não dá pra mim saber como é ligado os fios! nele há uma chapa grossa de cobre onde vai a ponta que esquenta para derreter o estanho, e tem um outo enrolamento onde entra 110v

    ResponderExcluir
  56. Amigo,eu
    sou aprendiz de amador.Gostaria de saber onde é conectado o enrolamento primário,que eu não vi onde você conectou.Agradecido pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiigao! Nao tem ligacao nemhuma entre os enrolamentos primario e secundario.a tencao no secundario é gerada pela indutancia gerada pela frequencia da rede eletrica de 50 a 60 Hz.

      Excluir
  57. ronaldo vc é um genio!!!ha anos preciso de um desses,e tenho todo o material para fazer esta "gambiarra"valeu!!!!! abraços.

    ResponderExcluir
  58. Dá choque esse negócio aí?? rsrsrs

    Seguinte, se eu montasse uma máquina dessas aí, eu conseguiria de forma satisfatória produzir gaiolas de arame artesanais?

    Outra dúvida, Só a parte elétrica, o enrolamento e tal... Qual o valor que me cobraria para montar um para mim? (estou em Brasília)

    Obrigado...

    ( out.unb@hotmail.com )

    ResponderExcluir
  59. ola,pode nao ter muito a ver com o conteudo da materia ma estava interessado em construir uma fonte usando um trafo como esse,gostaria de saber se com 12 voltas conseguiria 12v e quantos amperes isso iria gerar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suponha que o forno de onde você tirou o transformador fosse de 1500 Watts, então seriam aproximadamente 10 Amperes no primário em 120 Volts. No secundário com 12 volts você obteria aproximadamente 120 amperes, dependendo da espessura do fio usado.
      Se for construir um carregador de baterias, você irá precisar de uma saída de pelo menos 15 volts, porque cada diôdo derruba a tensão em 0,8 volts, e as baterias são carregadas com até 13,5 volts.
      Lembre-se também que nenhum transformador pode trabalhar o tempo todo a plena carga sem superaquecer e queimar.
      Campini

      Excluir
  60. Preciso de uma solta de topo bem menos potente. É para soldar os terminais de uma de um termistor.
    Tem como eu adaptar esse modelo de maquina de solda para substituir esses modelos: http://microsoldaponto.com.br/solda-ponto-ew700 ou http://www.kernit.com.br/fixator.htm.

    Ou são maquinas completamente diferentes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Experimente fazer com o transformador de uma fontezinha de 1ampere. Desligue o secundário e enrole no lugar umas 3 ou 4 voltas de fio grosso isolado, nas suas pontas você obterá amperágem suficiente para soldar esses terminais.
      Experimente de vários modos, porque só assim é que se obtêm resultados.
      Campini

      Excluir
  61. parabens belo post . poderia fabricar élas para vender p/ nos em amigo.

    ResponderExcluir
  62. Olá, estou começando num projeto ligado meio indiretamente a isso, primeiramente eu iria modificar um transformador pequeno, modifica-lo para fazer ele gerar alta corrente e fazer um soldador semelhante a uma pistola de solda, depois mais tarde modificaria um transformador de microondas, peça que eu ainda não tenho em mãos. Esse é o meu email para entrar em contato comigo: mcmacedao@gmail.com. Agradeço qualquer ajuda sua no meu projeto. Um abração.
    Assinado: Mateus Macedo

    ResponderExcluir
  63. amigo tem como vc mandar o sistema dos reles mas detalhado nao entendi direito se puder me ajudar te agradeço meu email é campsandroid@gmail.com obrigado

    ResponderExcluir
  64. tenho um desse de 1800w sera que da uma fonte de 12v com mais de 50 amperes

    ResponderExcluir
  65. Parabéns meu amigo.
    Percebi pelas fotos que tem uma oficina, eu estou montando a minha, comecei com um torninho, fresadora uma solda de eletrodo revestido e ferramentas gerais. Falta muito ainda mas um dia chego la. Tenho dedicado meu tempo integralmente a um projeto encomendado, mas futuramente gostaria de saber mais sobre seu trabalho.
    Seja feliz em seus inventos e que seja sempre recompensado pelo capricho e criatividade.
    Abraços

    ResponderExcluir
  66. ronaldo eu queria sabe se a risco de choque nas ponteiras quanto soldando

    ResponderExcluir
  67. Parabens pelo projeto. Estou interessado em fazer um igual. Ja consegui o transformador. Mas como é feita a ligação do primario com o novo secundario? e se puder gostaria que vc me manda-se o sistema dos reles mas detalhado nao entendi direito se puder me ajudar te agradeço meu email é assistenciasgs@gmail.com obrigado

    ResponderExcluir
  68. se eu tiver enves de 3,5 voltes 12 voltes daria serto

    ResponderExcluir
  69. SOBRE A LIGAÇÃO PRECISO NECESSARIAMENTE FAZER AQUELE ESQUEMA?
    SE EU TIVER UM RELÉ DE 110 V POSSO DISPENSAR O DIODO?E O CAPACITOR DARIA CERTO SEM ELE? POR QUE?

    ResponderExcluir
  70. Ola Ronaldo nunca penssou em vender esta maquina de solda ja montada . quanto poderia custar . meu email ortizegois@hotmail.com

    ResponderExcluir
  71. Ronaldo Bom Dia....

    Meu nome é Ivo....

    Sera que não da para detalhar melhor o circuito que antecede o trafo, pois o capacitor e 1000 mais qual voltagem..., outra dúvida é porque baixar a tensão de entrada do trafo, não diminui a corrente de saida do secundario?...
    Ha ja ia me esquecendo, será que tambem não da para inventar uma engenhoca com este trafo e fazer um fonte para galvanoplastia, o problema sera apenas retifica-la, se vc conseguir posta ai... abraços.....

    ResponderExcluir
  72. Opa Ronaldo, eu ganhei um microondas velho e vou desmontar o dito cujo para fazer uma solda dessas, porém antes eu preciso de uma informação: Qual a espessura máxima do que pode ser soldado? Eu pergunto isso pois preciso soldar em cima de umas roscas de 1 milímetro uma porca ou uma chapinha de aço, isso apenas para dar sustentação aos eixos da cnc que eu estou montando. Então, qual a "grossura máxima" (Pode dar como exemplo a que você já usou mesmo? ehehehehe Abração.

    ResponderExcluir
  73. Ronaldo. Legal !!

    Meu nome é Nelson. Parabéns por esse projeto.Realmente veio a calhar estava pesquisando na net sobre solda e acabei achando esse projeto que é o que estou precisando .Quero realmente montar uma dessa, olhei o projeto por inteiro fiquei com algumas dúvdas: a ligação do primário,da ventuinha, da montagen dos reles,qual o diodo e como ligar o botão. Gostaria de saber se na sua apostila do ML estas partes estão claras para montar com mais segurança .Valeu !! Obrigado

    ResponderExcluir
  74. Muito bem bolado,parabens vc faria uma pra mim e quanto custaria ?endereço eletronico souzanunesivone@hotmail.

    ResponderExcluir
  75. Só uma duvida, se eu enrolar 10 voltas no secundário eu teria 10 volts AC, mas posso retificar com 4 diodos + capacitor e assim eu teria os 10 volts DC e o negativo (tipo fonte de alimentação)?

    ResponderExcluir
  76. Será que essa solda ponto ponteia alumínio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não ponteia, porque o aluminio é bom condutor de eletricidade e não aquece como os metais que são maus condutores como o aço e o Inóx.
      Campini

      Excluir
  77. Parabems pelo exelente trabalho . E pelo esforço em compartilhar com todos nós suas conquistas.Tambem faço minhas gambiarras.
    Poucos conhecem a satisfação pessoal de inventar testar e depois compartilhar com todos,sem cobrar retorno.Abraço de um anonimo.

    ResponderExcluir
  78. Parabéns Ronaldo por esta maravilhosa gambiarra! e haja paciência para responder tantas perguntas! Se puder responder mais uma fico grato!
    É possível controlar a temperatura de aquecimento com um dimmer? Se sim, como faço esta ligação?
    E se eu pretender colocar duas fontes como juntar as duas para obter maior rendimento?
    desculpa, foi mais de uma pergunta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ligue as duas em paralelo como se fossem duas máquinas e aí ligue as 4 pontas dos secundários na pinça dois a dois, as amperagens se somarão.
      campini

      Excluir
    2. Amigo, boa noite, Eu montei uma parecida, usei um dimer de chuveiro no primário do trafo, assim, é possível controlar a corrente, de forma indireta, no secundário. Apenas como mais uma informação; como secundário de meu transformador utilizei 3 espiras feitas com cabo solda 25 mm², consegui por volta de 750 A, partindo-se de um trafo de aprox. 2000 W. Daniel

      Excluir
  79. Quem disse que mulher não gosta destas gambiarras, estão enganados, eu adorei a explicação,está tudo ai, é só ler e reler, não tem como errar, por isso não tenho nenhuma pergunta a fazer, só tenho a agradecer. Valeu Ronaldo. Eu já estou te seguindo já faz alguns anos hehe.

    ResponderExcluir
  80. Eu também montei uma, só que usei dois transformadores em paralelo e enrolei 4 voltas do cabo isolado diretamente nos transformadores, não foi preciso dessoldar nada, eu cortei o secundário original com serra e tirei o restante batendo com um pino). A minha "máquina" ficou bem menor e mais rústica que a sua, seria portátil se não pesasse tanto.Para liga-la usei um interruptor momentâneo de computador, ele resiste sem relê e estou conseguindo soldar 2 chapas de inóx de até 2,5 mm ou de aço de até 1,5 sem problemas. Para os pontos de contato usei pinos de cobre encaixados em barras retangulares de latão, que fazem as vezes das hastes da pinça.
    Uma pergunta: Qual é a vantagem em usar esse diôdo na alimentação?
    Parabéns pela montagem e principalmente pela explicação que irá ajudar em muito os que tiverem vocação de professor Pardal mas não souberem por onde começar.
    Silvano Campini
    campini@uol.com.br

    ResponderExcluir
  81. boa tarde , essa maquina serve para soldar arame e chapa de aluminio de 0,05mm?

    ResponderExcluir
  82. Chapa de alumínio, por ter alta condutividade, próxima a do cobre, será difícil de se conseguir uma boa solda com eletrodos de cobre.

    ResponderExcluir
  83. Boa noite , preciso de uma maquina deste tipo mas para soldar cobre , por exemplo quero soldar um cordão de cobre em uma bobina de campo de motor de partida igual a q vc usou para fazer a maquina , vc tem alguma ideia q possa me ajudar

    ResponderExcluir
  84. Ronaldo boa tarde, eu tenho uma dúvida, favor me dar uma força. Eu tenho na minha cidade trafo em 110v, porem preciso montar a ponteadeira em 220v, existe a possibildidade de montar usando em 110v e usar em 220v. ou tem como rebobinar, favor me dá uma dica. Estou usando fio grosso de 10 ou 12mm e só estou dando 3 voltas e esta funcionando muito bem. E se fosso o contrário, tivesse o trafo em 220v para funcionar numa rede 110v ? Qual seria o melhor caminho ? obrigado Eder - Favor fazer contato no ederangelo21@hotmail.com 22 9869 1717 vivo , 22 8812 2882 oi

    ResponderExcluir
  85. Boa Tarde
    Acabei de fazer uma engenhoca dessas
    mas a minha só dá 470 Amperes e 2.5 volts.
    Não solda quase nada
    Usei um cabo se encosto de baterias com 6mm de
    espessura (8mm com o isolamento)para fazer o secundário.
    Com tres voltas apenas pois nao tem espaço para mais.
    Alguém me ajuda com a espessura do cabo e se pode ser daqueles
    com muitos fiosinhos finos ou tem que ser com fios grossos.
    O meu mail é jocantigas@gmail.com

    ResponderExcluir
  86. E Ai Parciero tudo blz?
    deixa te perguntar essa maquina faz solda seria possivel fazer gaiola, tendo gabarito e claro
    por favor me manda mail, felipe-m-giiani@live.com
    me da uma luz a mais to precisando urgente fazer umas gaiolas para canarios belga

    ResponderExcluir
  87. BOA TARDE, FABRIQUEI UMA ENGENHOCA DESSAS COMPREI O CAMPO MAGNETICO DE UM MOTOR DE ARANQUE QE SERVIO BEM SERTO NO LOGAR SEM PRESISAR DESENROLA ELE POSSUI 5 VOLTAS CADA E SO COUBE DOIS NAO DEU UM RESULTADO MUITO BOM AI USEI 2 TRAFO E LIGEI AS DUAS SAIDA JUNTO AI MELHORO TENHO UMA DUVIDA QUANTO A QUANTIDADE DE VOLTAS SE TEM ALGUMA COISA HA VER COM A POTENSIA QUE VAI DAR NA HORA DA SOLDA

    ResponderExcluir
  88. Olá bom dia,
    Amigo eu fiz o mesmo procedimento que você porém eu utilizei para fazer o secundário Barramentos de Cobres, porém ele é mais grosso e largo que este que você utilizou, só que não deu para fazer as 4 bobinas com 4 voltas conforme você ilustrou acima, gostaria de saber se isto ocasionaria uma variação grande a ponto de não fazer a fundição ? Obrigado.

    ResponderExcluir
  89. Qual a marca / tipo do verniz que você utilizou para banhar os fios de cobre (bobina)?

    ResponderExcluir
  90. cara, muito bom sua engenhoca, mas, queria que vç pudesse montar uma fonte pra mim que eu conseguisse usar na rua para alimentar varios radios de 9volt e 0,05amper, mas, que nao desse choque na galera da rua caso o fio partisse.te encomendaria muitas delas

    ResponderExcluir
  91. boa noite só não entendi como vc ligou o primário é que vc dá detalhes no começo depois já mostra o transformador montado, daria da dár uma dica?
    agradecido
    e parabéns pelo projeto

    ResponderExcluir
  92. Boa noite, onde é ligado o cabo de força após passar pela chave NA, é em alguma parte do primário?????
    Angelin

    ResponderExcluir
  93. Boa noite Ronaldo, gostaria de saber se vc faria uma maquina de solda ponto para vender?

    ResponderExcluir
  94. Parabéns Ronaldo, fiquei com duvidas sobre os reles, faltou fotos deles instalados, mas vou tentar fazer a minha maquina, abraço.

    ResponderExcluir
  95. quero saber como fazer uma luz para eu ligar e desligar a hora que eu quiser , das mais fáceis...

    ResponderExcluir
  96. como fazer para que quanto mais o peneu da bike está rodando vai gerando energia...?

    ResponderExcluir
  97. Boa tarde! Gostaria de saber se você tem para venda uma desta e qual o valor !
    Meu email é dag.eder@hotmail.com muito obrigado!

    ResponderExcluir
  98. Oootimo éo que preciso,vc tá de parabens.
    Adorei o systema,farei algumas pequenas mudanças pra imprimir o que tenho em mãos e pronto.
    AGRADEÇO MUITO E VC É INTELIGENTÍSSIMO;UM ABRAÇO."Andrade"

    email:linhabrancaservice@gmail.com

    ResponderExcluir
  99. Bom dia,
    como voce ligou as espiras do primario ao secundário?
    Diniz

    ResponderExcluir
  100. Gostei muito da sua invenção, parabém pela sua ajuda e esclarecimento a todos que te pedem. Um cordial abraço ao amigo.

    ResponderExcluir
  101. Olá, eu não entendo muito de diagrama e estou precisando montar uma dessa. você poderia me explicar melho? O meu e-mail e fjunio@live.com.

    ResponderExcluir
  102. Boa noite, consegui cortar o secundario (alta tensão) do trafo com uma serra tico-tico, O cuidado é não deixar a lamina atingir as espiras do primário.
    Abraços e grato pela idéias.
    JRIcardo SP basiliodacunha@gmail.com

    ResponderExcluir
  103. Esqueci de comentar: usei 2m de cabo de maquina de solda para o enrolamento secundario (3 voltas) ao invés do fio retangular. Ficou facil de fazer o enrolamento.

    ResponderExcluir
  104. Bom dia. Tava vendo esse projeto ai eu pensei se dava para fazer uma maquina de solda com eletrodo. Bom vi na internet que sao preciso 35 volts e uns 250 amperes que fio de usar pra mim conseguir 250 amperes e 35 volts da uma ajuda ae

    ResponderExcluir
  105. Cara, quanto tu cobra pra fazer uma pra mim?

    ResponderExcluir
  106. Respostas
    1. Sim, mas você teria que usar um transformador para 220v.

      Excluir
  107. boa noite galera fis minha maquina e usei dois transformador coloquei 6 bobina de fio xato com ters voltas em cada fico um espetaculo derete dois arama de 2.5 mm cada une duas xapa de 1.5 mm cada pra asionar os dois transformador use uma xave contatora pra aguenta o repuxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante. Você montou dois transformadores em paralelo? Tem fotos do seu trabalho? Gostaria de ver.

      Excluir
  108. Parabéns. Desse seu projeto posso substituir qual componente pra fazer uma solda convecional ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São dois sistemas bem diferentes, você teria que trocar praticamente tudo. Para fazer uma solda convencional seria melhor começar do zero.

      Excluir
  109. cara como monta uma maquina dessa ,vc mostrou passe a passe, mas mesmo assim e muito complicado pessoas que nunca viu uma maquina dessa ai montar. se for posivel mande mais detalhes por esse email (neymiranda69@hotmail.com)obrigado..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ney, sinto muito, mas o passo a passo é este que você viu, não tem como eu fazer mais explicado do que isso, Essa é uma ferramenta relativamente complexa, você precisaria de um nível de habilidade médio para conseguir fazê-la.

      Excluir
  110. Olá, eu a muito tempo procuro uma destas,eu preciso muito para iniciar um negócio de soldar arames,eu tenho algumas duvidas mesmo lendo pois eu não entendo muito,tem alguma dica ou passo a passo para e ajudar.
    projetoblender@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Euclides, sinto muito, mas o passo a passo é este que você viu, não tem como eu fazer mais explicado do que isso, Essa é uma ferramenta relativamente complexa, você precisaria de um nível de habilidade médio para conseguir fazê-la.

      Excluir
  111. Nota 10. Gambiarra feita no capricho... Já pensei em fazer uma dessas mas a preguiça não deixa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, gostaria de ver sua gambiarra pronta. Se quiser mandar fotos para publicar aqui, fique à vontade.

      Excluir
  112. Excelente Máquina.
    Vou fazer uma pra mim em seguida . PARABENS!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, gostaria de ver sua gambiarra pronta. Se quiser mandar fotos para publicar aqui, fique à vontade.

      Excluir
  113. Muito interessante. por quanto R$ vc faria uma dessa?
    deivanilopes@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. D&iv@ni, o Blog é apenas um passa tempo, eu não faço essas coisas para ganhar a vida. Nenhum dos itens que eu posto aqui está a venda ou eu produzo comercialmente, pelo contrário, a ideia é fazer um passo a passo bem completo, de forma que os visitantes possam fazer com as próprias mãos.

      Excluir
  114. QUANTO TU COBRA PARA FAZER UMA DESSA E ENVIAR PARA PORTO VELHO-RO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandre, o Blog é apenas um passa tempo, eu não faço essas coisas para ganhar a vida. Nenhum dos itens que eu posto aqui está a venda ou eu produzo comercialmente, pelo contrário, a ideia é fazer um passo a passo bem completo, de forma que os visitantes possam fazer com as próprias mãos.

      Excluir
  115. boa noite Ronaldo, estou montando esta solda a ponto, gostaria que você me ajudasse no sequinte: o cobre que você usou, qual é a medida ? espessura e largura ? porque eu tenho cobre que mede 3.5 x 7.5 espessura e largura respectivamente, vai caber 4 secundàrios, com 3 espiras e meia, serà que vai funcionar. Me de sua opinião por favor, muito obrigado, há como faço para postar aqui uma laminadora para circuito impresso que montei? aristeucandidodutra@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Aristeu. Olha, eu não tenho essa informação anotada, então tive que ir lá na máquina e dar uma conferida; o cobre que eu usei tem três milímetros de espessura por oito de largura. Como não sei o tamanho do seu transformador, não tem como precisar se caberá ou não, mas se você mesmo disse que dará quatro secundários de três espiras e meia, então ficará igual ao meu, basta ligar tudo isso em paralelo.
      Quanto a gambiarras dos leitores, por enquanto estou fazendo assim: você cria um texto explicando seu invento, seleciona as fotos que quer usar pra ilustrar e masca onde cada uma delas entrará no texto, depois me manda. Eu dou uma lida e publico, dando crédito ao autor e colocando os links que ele quiser, seja pra email, rede social, site pessoal ou outro blog. Como aconteceu com esse reboque para triciclo aqui:

      http://gambiarrasmaravilhosas.blogspot.com.br/2011_10_23_archive.html

      Será um prazer compartilhar sua gambiarra aqui no blog. Um abraço.

      Excluir
  116. gostei vou fazer uma destas e ver o que acontece... mais que acabar a energia da cidade não vai...rsrsrsrsrs... parabéms ficou muito massa mesmo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode fazer sem medo, que a energia dá e sobra.

      Excluir
  117. essa maquina solda cobre com cobre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, o material a ser soldado tem que ser menos condutor que o cobre, pra transformar a energia elétrica em térmica e fazer a soldagem.

      Excluir
  118. olá seria possível ao invés de dois parafuso onde ocorrerá o contato com as peças eu colocar uma chapa de um metro por um metro e entre ambas eu esticar os fios de arame que após a pressão das duas chapas sobre os fios de arame com a descarga elétrica eles se fundiriam?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, não vai funcionar não. A área tem que ser bem pequena, para concentrar a energia, do jeito que você descreveu, teria que ser uma solda monstro. Para soldas longas, se usa no lugar de ponteiras, discos de cobre que apertam a chapa enquanto ela vai passando e soldando. E mesmo essas já são extremamente parrudas.

      Excluir
  119. Certo, só mais uma duvida este relê que você usou qual a diferença de usar ou não ?

    ResponderExcluir
  120. Bom dia, tenho uma máquina de solda eletrodo revestido 250 A, tem como usa-la como solda ponto? obrigado.

    ResponderExcluir
  121. Olá Ronaldo.
    Parabéns pelo projeto.
    Você costuma dizer "...a melhor ferramenta é aquela que te atende".
    Cita em algumas partes da descrição, detalhada por sinal, que "optou para a gambiarra".
    Te digo que qualidade é estar em conforme com o requerido e atendendo às suas necessidades e este projeto tem excelente qualidade.
    Parabéns!!!

    Grato:
    Daniel.
    contatodgs@bol.com.br

    ResponderExcluir
  122. ola amigos meu é ricardo de freitas e estou aqui para aprender com todos do blog,mas lendo as perguntas e respostas vi alguem perguntando como fazer o ferro de soldas,ñ tem misterio éo mesmo processo da pontiadeira,ao invez de coloca dois eletrodos é simplesmente um fio rigido de aproximadamente de 2,5mm fechando as extremidades,mas atenção tem que ser um trafo menor.existe no mercado tal ferro de soloda,em torno de 250,00a 300,00reais,mas da pra fazer tranquilamente.ñ estou querendo ser melhor que minguem,pelo contrario estou aqui para aprender,se alguem ai souber como fazer pontiadeira usando uma maquina de solda de 250amp.por favor me ensinem,espessura de cabos,etc.ricardofreitasibia@hotmail.com obrigado a todos.

    ResponderExcluir
  123. ola pessoal tive que voltar. tem muita gente perguntando"COMO LIGAR BOBIMA PRIMARIA COM SECUNDARIA" ELAS Ñ SÃO LIGADAS ENTRE SI,a secundaria funciona por indução,ñ corrente eletrica da primaria,.corrente é so na primaria.espero ter ajudado.grato

    ResponderExcluir
  124. olá, gostaria de saber se no lugar dos relés eu poderia usar uma contactora, grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde,eu vou dar a minha opinião eu já fiz e não precisa de Rele,pode ser feita sem que funciona igual.

      Excluir
  125. Olá amigo, me chamo Robson e consegui construir a minha, fiquei muito feliz com os resultados.

    Mas passou em minha mente uma forma mais rápida de soldar, pois soldo telas de arame tipo (######), e preciso de uma ajuda sua.

    Quero soldar um espaço maior em cada solda.

    ex: você usou dois parafusos como ponteira, eu posso usar duas réguas, uma embaixo e outra em cima fazendo o papel do parafuso ? para que eu possa soldar 4 ou 5 pontos de uma vez, utilizando a mesma máquina.

    tem até esse vídeo que demonstra mais claramente o que eu desejo:
    http://www.youtube.com/watch?v=NGaERoOqSzs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc conseguiu resolver este problema ? vc comprou os parafusos aonde ?

      Excluir
  126. Boa tarde,alguém sabe aonde encontrar parafusos de latão pode ser via internet,eu ja procurei muito e não acho só esta faltando estes parafusos para funcionar a solda.

    ResponderExcluir
  127. oi boa noite eu segui todo os paramento do seu projeto mas nao achei o fio de cobre e substitui por de alumino e quando faco a solda ela fura a chapa e te dendo 2v vc pode me dar uma ideia

    ResponderExcluir
  128. eu preciso dar presa a chapa

    ResponderExcluir